Trabalhamos para que 2009 seja para a APIEF um ano de consolidação e inovação do nosso projecto formativo. Hoje mais do que nunca os profissionais sentem que o mundo está em mudança e que a sua formação profissional é a base de progressão das suas carreiras profissionais.

A APIEF pretende com o Plano de Formação de 2009 diversificar a sua oferta formativa potenciando as aptidões profissionais e tecnológicas, bem como, o desenvolvimento comportamental e organizacional de toda a comunidade de profissionais das áreas de refrigeração, climatização, energia e ambiente, desenvolvendo uma calendarização de acções de formação transversais a diversas áeras funcionais, o que irá familiarizar os profissionais com as novas exigências do nosso mundo laboral.

Hoje, qualquer que seja o mercado em que as organizações operam é fundamental para o seu êxito, o desenvolvimento de parcerias estratégicas que permitam uma resposta eficaz à diversidade e complexidade de exigências aos desafios com que constantemente se defrontam.

Contamos para 2009 com a participação das empresas Schneider e Bosch em várias acções de formação, avançando para novos pilares do projecto formativo: a Electricidade e o Aquecimento. Também a continuidade no estabelecimento de parcerias com instituições de ensino superior traduzem o esforço de descentralização regional sustentado que pretendemos.

A assinatura de protocolos ilustra o nosso desejo de proporcionar e transferir um cada vez maior conhecimento aos profissionais do Sector.

A formação que pretendemos utilizará tecnologia de ponta em simuladores; unidades de ventilação e aquecimento com controlo por computador; bancadas de diagnóstico; autómatos programáveis, maquetas de compensação de energia reactiva; bancadas de detecção electrónica; kits electromecânicos; painéis de simulação de circuitos pneumáticos e electropneumáticos; sistemas de controlo (água; pressão; temperatura, etc.) bancadas de hidráulica, termoacumuladores, caldeiras, painéis solares etc.).

A aposta nas novas áreas Comercial e Marketing, Gestão, Desenvolvimento Pessoal e Organizacional pretende constituir um conjunto de soluções organizacionais à disposição das empesas do nosso Sector, permitindo contribuir para um maior conhecimento e desenvolvimento, garantindo uma melhor qualificação profissional individual e colectiva capaz de catapultar as empresas para níveis superiores de organização.

Conte connosco, contamos consigo para gerir a mudança para um amanhã melhor!

    Filipa Mendes
Técnica de Formação | APIEF
     
   
   

Substâncias cancerígenas na atmosfera emitidas pelo tráfego

     
 

Um estudo realizado ao longo de quatro anos pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) adverte que as substâncias cancerígenas provenientes do tráfego automóvel apresentam efeitos semelhantes aos provocados pelo consumo do tabaco. “As substâncias em causa são mais perigosas que as do tabaco, uma vez que delas ninguém escapa, dado que se encontram no ar” comenta a coordenadora do estudo, Conceição Alvim Ferraz.

Este estudo aponta para a urgência de se estabelecerem limites nas concentrações de compostos tóxicos em partículas inaláveis de pequenas dimensões, presentes no ar interior e exterior dos edifícios.

Neste momento, apesar de existirem já restrições quanto aos locais onde é permitido fumar, nenhum país no mundo adoptou ainda legislação para proteger os cidadãos dos malefícios das emissões do tráfego automóvel.

   
   

Governo fixa isenção de ISP para bioetanol

     
 

Segundo a portaria 13/2009, publicada em Diário da República, o Governo fixou a isenção de imposto sobre os produtos petrolíferos (ISP) para os biocombustíveis substitutos da gasolina (bioetanol) entre os 400 e os 420 euros por cada mil litros.

Para os biocombustíveis substitutos do gasóleo (biodiesel), o valor da isenção de ISP mantém-se em 2009 igual à isenção concedida em 2007, ou seja, entre um limite mínimo de 280 euros e o máximo de 300 euros por mil litros. Mantém-se também a isenção total para os pequenos produtores dedicados, até ao final de 2010.

A isenção de ISP sobre os biocombustíveis é uma das medidas apresentadas pelo Governo para a incentivar a utilização dos biocombustíveis nos transportes e reduzindo assim a dependência energética nacional. O objectivo é cumprir a directiva comunitária que determina a substituição, até 2020, de 20 por cento dos combustíveis convencionais usados nos transportes por combustíveis alternativos.

O Governo português propõe uma meta bastante ambiciosa em relação à união Europeia, incorporar 10% de biocombustíveis na gasolina e no gasóleo até 2010 (UE 5.75%).

   
   

A humanidade deve reduzir para zero as emissões de CO2 até 2050 para evitar efeitos catastróficos

     

 

Para evitar os efeitos catastróficos das alterações climáticas, a humanidade terá de reduzir as emissões de dióxido de carbono a valores próximos do zero até 2050 e abaixo de zero depois disso.

O Worldwatch Institute alerta para que as emissões sejam reduzidas o mais depressa possível, caso contrário podemos sofrer consequências gravíssimas, pois não está em causa apenas a natureza, mas muito provavelmente a nossa sobrevivência.

A comunidade internacional está a preparar o combate contra as alterações climáticas de forma a garantir que as temperaturas médias globais não aumentem mais do que dois graus Célsius, em relação à época da Revolução Industrial.

Prevê-se que este ano vai ser bastante importante no movimento contra as alterações climáticas, pois os cientistas têm mais certezas e estão mais preocupados e os cidadãos estão mais envolvidos do que nunca em salvar o nosso planeta.

     
   
   

CLIMAMED'09 - Congresso Mediterrânico de Climatização

     
 

Com o início de 2009 começou a contagem decrescente para o CLIMAMED’ 09. Com efeito estamos a 90 dias do evento que tem data marcada para os dias 16, 17 e 18 de Abril, em Lisboa.

Os trabalhos decorrerão no Museu Oriente, no Auditório Macau, Sala Beijing e Sala Nova Deli, junto à Rocha Conde Óbidos. O Hotel protocolado é o Vila Galé Ópera em Alcântara. Temos 46 comunicações apresentadas, registando-se em maioria propostas oriundas de Portugal e Espanha, como aliás seria de esperar.

A aceitação do Congresso, que vai na sua 5ª edição e que pela segunda vez se realiza em Portugal (lembramos que a primeira edição já se tinha realizado em Lisboa), tem sido assinalável e contam-se nesta altura 22 entidades envolvidas, entre patrocinadores e apoios de carácter institucional.

As inscrições estão abertas a todos aqueles que tencionem participar e disponíveis on-line no endereço www.climamed.com e a partir da página da Associação na internet em www.apirac.pt.

Aproveitem o período especial de inscrição que vigorará até 31 de Janeiro com preços mais vantajosos. Clicando em Inscrição na opção Informações e Condições de Inscrição será possível visualizar a grelha de propostas existentes.

Aliás a página vai sendo actualizando permanentemente e aí encontrarão todas as informações relevantes sobre o Congresso, como por exemplo quais as comunicações e os seus autores, entidades participantes, temas em debate, programa de trabalhos, programa social, serviços disponibilizados, entre outros. Seja Bem-vindo ao Climamed!

     
   
     
    Inscreva-se Já!

» LISBOA
Isabel Fonseca
Tel: 213 224 260
Telm: 964 942 931
Fax: 213 474 576
formacao@apirac.pt
formacao@apief.pt

» PORTO
Dra. Patrícia Maia
Tel: 222 088 837
Telm: 964 942 932
Fax: 213 474 576
apirac.porto@apirac.pt
formacao.porto@apief.pt

» GUIMARÃES
Dra. Maria José
Tel: 213 224 260
Telm: 964 942 931
Fax: 213 474 576
apirac.guimaraes@apirac.pt
formacao.guimaraes@apief.pt

 


     
   
   

Sistema OTEC

     
 

Tal como a energia que é originada pelo vento e pelo Sol, a energia proveniente da água dos oceanos é classificada como limpa e auto-sustentável. Encontra-se em fase de investigação e não é, ainda, um recurso tão explorado como desejaríamos.

Os oceanos cobrem 70% da superfície da Terra e isso torna-os os maiores colectores e armazenadores de energia solar do planeta. Em qualquer dia 60 milhões de km2 de mar tropical absorvem radiação solar com energia equivalente a 250 biliões de barris de petróleo. Se um décimo dessa energia pudesse ser convertida em energia eléctrica, daria para suprir todas as necessidades energéticas do mundo actual.

OTEC (Ocean Thermal Energy Conversion) é uma tecnologia que converte a radiação solar em energia eléctrica. É usado o diferencial térmico natural dos oceanos, pois as várias camadas estratificam diferentes temperaturas. Quando a diferença de temperatura entre a superfície e o fundo é superior a 20ºC, os sistemas OTEC podem recolher (e produzir) quantidades significativas de energia. Esta diferença de temperaturas aumenta com a diminuição de latitude, ou seja, é tanto mais notável quanto mais perto do equador. Inicialmente estes sistemas ofereciam rendimentos muito baixos, mas neste momento a situação é cada vez mais prometedora, fruto dos últimos desenvolvimentos.

Será que os sistemas OTEC em breve transformarão as preocupações energéticas e ambientais hoje decorrentes numa memória longínqua?

Se quiser saber mais sobre o assunto, sugerimos-lhe um site, em português de leitura fácil. Boa viagem!

Para saber tudo, click aqui!

     
   
    Datas para pagamento de impostos
     
   

     
   
    Deficientes - Mobilidade e transporte aéreo
     
   

Decreto-Lei nº 241/2008, de 17 de Dezembro - Assegura a execução, na ordem jurídica nacional, das obrigações decorrentes para o Estado Português do Regulamento (CE) nº 1107/2006, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 5 de Julho, relativo aos direitos das pessoas com deficiência e das pessoas com mobilidade reduzida no transporte aéreo.

   
   

Empresas

     
   

Resolução do Conselho de Ministros nº 196/2008, de 30 de Dezembro - Estabelece um compromisso de redução de encargos administrativos para as empresas, a integrar nos Programas Legislar Melhor e de Simplificação Administrativa e Legislativa - SIMPLEX, e define a forma de coordenação e acompanhamento a nível nacional do Programa de Acção para a redução dos Encargos Administrativos na União Europeia.

   
   

Ensino

     
   

Portaria nº 1486/2008, de 19 de Dezembro - Aprova o Regulamento do Subsídio de Estudos.

   
   

Portaria nº 1487/2008, de 19 de Dezembro - Aprova o Regulamento do Subsídio de Frequência de Creche e de Educação Pré-Escolar.

   
   

Habitação - Custo por m2 - IMI

     
   

Portaria nº 1545/2008, de 31 de Dezembro - Fixa o valor médio de construção por metro quadrado para vigorar em 2009.

   
   

IRS e IRC - Alterações aos Códigos Fiscais

     
   

Lei nº 64-A/2008(1), de 31 de Dezembro - (1º supl.) Orçamento de Estado para 2009.

   
   

Medicamentos

     
   

Decreto Lei nº 247/2008, de 18 de Dezembro - Prorroga, até 31 de Dezembro de 2009, a majoração de 20% estabelecida no nº 2 do artigo 6.º do Decreto-Lei nº 270/2002, de 2 de Dezembro, para o preço de referência dos medicamentos adquiridos pelos utentes do regime especial.

   
   

Portos e transportes marítimos - Taxas

     
   

Portaria nº 1496/2008, de 19 de Dezembro - Fixa as taxas a cobrar pelo Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos, I.P., pela prestação dos serviços públicos, no âmbito das atribuições desenvolvidas pelos serviços centrais, e revoga a Portaria nº 190/2008, de 19 de Fevereiro.

   
   

Registo Predial

     
   

Portaria nº 1513/2008, de 23 de Dezembro - Regula a certidão permamente do registo predial.

   
   

Portaria nº 1534/2008, de 30 de Dezembro - Atribui competência aos serviços de registo onde funcione um posto de atendimento do balcão único "casa pronta" para a realização do procedimento especial de aquisição, oneração e registo imediato de imóveis.

   
   

Portaria nº 1535/2008, de 30 de Dezembro - Regulamenta o depósito electrónico de documentos particulares autenticos e o pedido online de actos de registo predial.

   
   

Registo de veículos

     
   

Portaria nº 1536/2008, de 30 de Dezembro - Altera a Portaria nº 99/2008, de 31 de Janeiro, que regulamenta a promoção online de actos de registo de veículos, a certidão online de registo de veículos, a promoção de actos de registo de veículos pelo vendedor que tenha por actividade principal a compra do veículo para revenda, a promoção de actos de registo de veículos pelo vendedor que proceda com carácter de regularidade à transmissão da propriedade de veículos e a promoção online do registo da penhora de veículos.

   
   

Segurança contra Incêndio em Edifícios

     
   

Portaria nº 1532/2008, de 29 de Dezembro - Aprova o Regulamento Técnico de Segurança contra Incêndio em Edifícios (SCIE).

   
   

Trabalho e Segurança Social

     
   

Decreto-Lei nº 245/2008, de 18 de Dezembro - Estabelece o rendimento anual relevante a considerar no domínio das actividades dos trabalhadores independentes, para efeitos de atribuição, suspensão, cessação e fixação do montante das prestações do sistema de segurança social, e procede à terceira alteração ao Decreto-Lei nº 176/2003, de 2 de Agosto.

   
   

Decreto-Lei nº 246/2008(1), de 18 de Dezembro - Actualiza o valor da retribuição mínima mensal garantida para 2009.

   
   

Portaria nº 1514/2008, de 24 de Dezembro - Procede à actualização do valor do indexante dos apoios sociais e à actualização anual das pensões e de outras prestações sociais atribuídas pelo sistema de segurança social.

   
   

Portaria nº 1547/2008, de 31 de Dezembro - Actualiza o valor de referência bem como o montante do complemento solidário para idosos e revoga a Portaria nº 209/2008, de 27 de Fevereiro.

   
   

Madeira - IRS e IRC - Taxas gerais

     
   

Decreto Legislativo Regulamentar nº 45/2008/M(1), de 31 de Dezembro - Aprova o Orçamento de Estado para 2009.

   
    Açores
     
   

Decreto Regulamentar Regional nº 25/2008/A, de 131 de Dezembro - Aprova a orgânica do X Governo Regional dos Açores.

     
   
    CLIMAMED 2009
    LISBOA | 16, 17 e 18 de Abril
 

5ª edição do Congresso Mediterrânico de Climatização, 17-19 de Abril 2009, em Lisboa.

Destinado aos técnicos de AVAC&R portugueses e de todos os países de clima mediterrânico, na sua 5ª edição, será mais uma vez o fórum europeu de troca de informação e discussão de toda a problemática comum relacionada com o sector.

Visite o site www.climamed.com

Contactos:
APIRAC
tecnico@apirac.pt - Engº L. Fonseca e Silva
comunicacao-imagem@apirac.pt - Designer Sofia Sequeira
www.apirac.pt | www.climamed.com
+351 213 224 260

     
   
    Conferência: Estratégia e Risco: Sucesso ou Colapso"
    Ordem dos Engenheiros | 27 de Janeiro
 

No próximo dia 27 de Janeiro, no Auditório da Ordem dos Engenheiros, terá lugar a Conferência "Estratégia e Risco: Sucesso ou Colapso", pelas 18:00.

A Estratégia e o Risco são hoje vertentes da gestão empresarial, que podem destinar o sucesso ou o colapso nas organizações.

Temas da actualidade serão apresentados e discutidos, bem como casos práticos de grandes empresas e instituições financeiras.

A Comissão executiva da Especialização em Engenharia e Gestão Industrial, convida aos interessados a participar, sendo que as inscrições são gratuitas, embora obrigatórias.

Contactos:
Ordem dos Engenheiros - Secretariado dos Colégios
Av. Sidónio Pais, 4-E - 1050-212 LISBOA
Tel.: 213 132 662/3/4
colegios@ordemdosengenheiros.pt