Foram dados os primeiros passos num percurso até aqui nunca percorrido, a actividade dos fabricantes de equipamentos para sistemas de distribuição de ar, nomeadamente, condutas, caixas de ventilação, unidades de tratamento de ar e acessórios complementares.

Pretende-se reunir as sinergias que uma vontade bem coordenada, em geral, consegue congregar e, para isso, convidaram-se (e convidam-se ainda) representantes de empresas desde sector de actividade, associadas ou não da APIRAC, para uma primeira reunião exploratória, a realizar em dia ainda a definir, tendo no entanto os contactos já estabelecidos e as respostas obtidas deixado indicação de grande receptividade e interesse.

Cremos que também neste campo a nossa associação poderá influenciar para que sejam dados passos que conduzam à re-introdução de alguma disciplina num mercado que se tem mostrado ultimamente algo desprotegido e onde salta à evidência a falta de regras regulamentadoras.

Objectivamente, de há alguns meses a esta parte, tem-se vindo a verificar a introdução no mercado a nível mundial de matéria-prima (neste caso, a chapa de ferro galvanizada) com menor qualidade, menor espessura na camada de zinco protectora, sem que qualquer autoridade mundial consiga intervir para a reposição dos parâmetros técnicos até aqui habituais.

Admitimos que a actuação deste grupo possa ser inserida numa nova Subcomissão (SC7) da Comissão Técnica de Normalização CT56 que o ONS-APIRAC coordena, e que assim se possam trazer a lume ou Regras Técnicas ou uma Norma Portuguesa que reponha a exigência de especificações técnicas conforme os padrões de qualidade usuais.  

Mais uma vez, contamos com a vossa valiosa colaboração e estamos abertos à adesão de quantos sintam que neste campo têm uma palavra a dizer.

    Luís Fonseca e Silva
Secretário-Técnico | APIRAC
     
   
   

Curso de Preparação para Exame de TIM 2

    APIEF Guimarães
 

Fruto do esforço associativo será finalmente possível o arranque de Formação de Apoio ao desenvolvimento de acções do curso de apoio ao Exame Obrigatório de Credenciação TIM 2 (Técnico de instalação e manutenção de sistemas de climatização com potência térmica inferior a 100 kW).

Efectivamente, o Centro de Formação da APIEF em Guimarães teve de ser apetrechado em meios materiais e humanos (Formadores) adequados à necessidade de tornar os padrões de qualidade uniformes e correspondentes a semelhantes parâmetros de exigência.

A 1ª acção do Curso terá lugar já no próximo dia 11 de Maio em Guimarães, cidade que centralizará, nesta fase, as realizações deste curso no Norte do País.

Lembramos que os Exames são obrigatórios, estando previstos no Art. º 22 n.º 2, alíneas a) e b), do Decreto-Lei n.º 79/2006, de 04 de Abril. Para participar no exame as candidaturas deverão ser previamente apresentadas à ADENE, conforme informação disponível em www.adene.pt

A frequência no curso não é obrigatória, é sim uma resposta da Associação e do seu Centro de Formação no sentido de apoiar todos aqueles que se candidatam à Credenciação Técnica. Saiba mais em www.apief.pt.

   
   

Processo de Certificação de Software para programas de cálculo de RCCTE

     
 

No âmbito do processo de Certificação de Software como ferramenta de cálculo do RCCTE ­- Regulamento das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios - a ADENE – Agência para a Energia e a CERTIF – Associação para a Certificação apresentam esta quinta-feira, 7 de Maio, o projecto desenvolvido pelas duas entidades. A apresentação terá lugar às 10:30m nas instalações do Centro de Informação Urbana de Lisboa.

Recorde-se que a Certificação Energética de Edifícios é desde o início deste ano aplicável à totalidade dos edifícios residenciais e de serviços, incluindo os existentes. A emissão de Certificados Energéticos tornou-se prática corrente na transacção e arrendamento de imóveis, tendo sido emitidos no primeiro trimestre de 2009 cerca de 50.000 certificados.

Neste cenário, assiste-se ao aparecimento de diversas aplicações de software que se propõe auxiliar os técnicos, projectistas e peritos qualificados a aplicar a metodologia de cálculo proposta pelo Regulamento das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios (RCCTE). Com a evolução do processo de avaliação do desempenho energético dos edifícios, nomeadamente a partir de 1 de Janeiro de 2009, registou-se um acréscimo de oferta de software no mercado português, quer gratuito quer comercial, na área do RCCTE.

Para o cliente final, quer se trate do proprietário, do promotor ou do arrendatário de um edifício ou de uma fracção autónoma, é naturalmente muito importante que, as aplicações de software reflictam de uma forma fiável o cálculo proposto pela respectiva metodologia regulamentar. Para os projectistas e peritos qualificados é também essencial ter na sua posse ferramentas de cálculo que sejam executadas sem problemas técnicos nos sistemas operativos que dispõem. De forma a garantir a segurança por parte de quem aplica e a confiança por parte de quem compra, a Agência para a Energia (ADENE) considera de extrema importância a criação de processos de controlo de qualidade dos produtos existentes no mercado. Através de uma avaliação das aplicações de software por parte de entidades terceiras e independentes, será assegurada a neutralidade em todo o processo. Neste sentido foi criada uma parceria entre a ADENE e a CERTIF, entidade de referência em Portugal na área da certificação de produtos e de serviços, com o objectivo de desenvolver um processo de certificação de aplicações de Software para a Avaliação do Desempenho Energético de Edifícios.

As empresas que desejem certificar as suas aplicações, deverão respeitar requisitos pré-estabelecidos pela norma ISO/IEC 25051 e pela ADENE, sendo para tal submetidas a diversas baterias de testes, os quais deverão ser concretizados com sucesso para no final obterem o selo SCE / CERTIF.

www.adene.pt
Informações adicionais: Nuno Maia :: André Pires
LPM Comunicação
Tel. 21 850 81 10:: 96 202 59 26 :: 96 171 07 02
E-mail: nunomaia@lpmcom.pt :: andrepires@lpmcom.pt
Ed. Lisboa Oriente, Av. Infante D. Henrique, 333 H - Escritório 49
1800-282 Lisboa
www.lpmcom.pt

   
   

Eco-Queima das fitas planta 4200 árvores

     
 

Para compensar as emissões de CO2 da 110ª Queima das fitas em Coimbra serão plantadas 4200 árvores, com a colaboração da Vodafone e da Câmara Municipal.

As 4200 árvores são suficientes para compensar as 1270 toneladas de dióxido de carbono que serão emitidas durante os oitos dias da Queima das Fitas. No cálculo da pegada de carbono foram considerados a electricidade consumida no recinto, os transportes e os resíduos produzidos no evento.

As primeiras 110 árvores, dedicadas a cada uma das 110 edições da Queima das Fitas de Coimbra, serão plantadas no Parque Verde do Mondego.

   
   

Internet polui mais que a aviação?

     
 

Segundo alguns especialistas, o sector poderá vir a poluir tanto ou mais do que o sector da aviação, pois o elevado consumo energético da Internet pode colocar em causa a própria rede. Peritos estão a alertar as empresas produtoras de conteúdos na Internet para o excessivo consumo de energia. Muitas empresas já têm dificuldades em lidar com os consumos energéticos da disponibilização de milhões de páginas, vídeos e ficheiros.

O crescimento da Internet implica novos centros de dados para guardar a informação e cada nova geração de servidores Web vai consumir mais energia. Segundo estimativas de alguns especialistas, existem cerca de 1,5 mil milhões de cibernautas em todo o mundo e consomem mais 10% de energia a cada ano, ou seja, a «factura energética» decorrente da Internet aumenta substancialmente a cada ano que passa.

   
   

Futuro Verde com novos mercados e novas tecnologias

     
 

A crise económica tem implícita um futuro mais verde e com mais emprego. As alterações no clima vão obrigar o surgimento de novos mercados e novas tecnologias, o que se irá traduzir na criação de mais emprego.

Apesar da crise e das suas inúmeras consequências negativas, como a instabilidade económica global e o desemprego, também desta fase podem surgir mudanças positivas para a economia mundial e para o ambiente.

No futuro, a área das energias, da água e dos resíduos, terão um novo impulso por todo o mundo, inclusive em Portugal. Prevê-se que, no campo das energias seja investido cerca de 18.300 milhões de euros até 2014.

A Organização Internacional do Trabalho, lançou um estudo onde defende que a energia renovável irá gerar mais postos de trabalho do que os criados pelos combustíveis fósseis, pois os investimentos neste sector deverão originar, no mínimo, 20 milhões de empregos em todo o mundo.

     
   
   

ORIENTA-TE!

    Pavilhão Multiusos Guimarães - 14 a 16 de Maio'09
 

Uma vez mais, a APIRAC estará presente juntamente com a APIEF, desta vez em Guimarães, num certame dedicado às questões da formação, educação, qualificação e em última estância, ao emprego.

Já na sua segunda edição, a Orienta-te é uma mostra de ofertas educativas e formativas que tem como objectivo actuar sobre os baixos níveis de educação e formação e aumentar o nível de informação sobre as várias alternativas de estudo e de trabalho de modo a simplificar o processo de orientação escolar e vocacional. Este projecto surge dos trabalhos realizados no âmbito do plano de Desenvolvimento Social da Rede Social e conta com a colaboração de todos os agrupamentos de escolas e ensino secundário do concelho de Guimarães na sua organização.

Esta Feira pretende promover as ofertas educativas e formativas do ensino básico, ensino secundário, escolas profissionais e ensino superior, privilegiando as áreas da Formação, da Orientação Vocacional, de Materiais Pedagógicos e Animação.

A APIRAC e APIEF estarão presentes nesta importante mostra de formação de cariz regional, com o intuito não só de se afirmar enquanto Centro de Formação de referência direccionado para as áreas Térmica, Energia e Ambiente mas também com o intuito de promover e divulgar as suas propostas formativas no âmbito de formação e certificação de jovens (Sistema de Aprendizagem) nas áreas da Refrigeração e Climatização, Instalações Eléctricas e Sistemas Solares Térmicos. As nossas propostas incidem também na Formação Modular Certificada (formação sujeita a aprovação) dirigida aos adultos que pretendam adquirir mais competências  através da obtenção de mais habilitações escolares e qualificações profissionais com vista à (re)inserção ou progressão no mercado de trabalho. De igual modo, propomo-nos dar a conhecer a nossa vasta oferta formativa nas áreas-chave Técnica, Gestão, Marketing e Comercial, Desenvolvimento Pessoal e Organizacional e Seminários Temáticos bem como na formação de Credenciação Técnica e de Apoio à Credenciação Técnica.

O público–alvo da “Orienta-te” são preferencialmente alunos do 3º ciclo do ensino básico; alunos do secundário; pais e encarregados de educação; professores e pessoas que pretendam melhorar os seus níveis de escolaridade e profissionais.

     
   
    Novos Associados
     
   

Só desta forma podemos crescer, evoluir e cada vez mais contribuir para a afirmação deste Sector.

Este mês temos o prazer de receber no nosso directório as seguintes empresas:

• AMARO DA SILVA, Lda
• MARAVONI - Instalação de Canalizações e Climatização, Unipessoal, Lda-

     
   
     

» LISBOA
Isabel Fonseca
Tel: 213 224 260
Telm: 964 942 931
Fax: 213 474 576
formacao@apirac.pt
formacao@apief.pt

» PORTO
Dra. Patrícia Maia
Tel: 222 088 837
Telm: 964 942 932
Fax: 213 474 576
apirac.porto@apirac.pt
formacao.porto@apief.pt

» GUIMARÃES
Dra. Maria José
Tel: 213 224 260
Telm: 964 942 931
Fax: 213 474 576
apirac.guimaraes@apirac.pt
formacao.guimaraes@apief.pt

 


Inscreva-se Já!


     
   
    Datas para pagamento de impostos
     
   

     
   
    Saúde
     
   

Decreto-Lei nº 81/2009(2), de 2 de Abril - Reestrutura a organização dos serviços operativos de saúde pública a nível regional e local, articulando com a organização das administrações regionais de saúde e dos agrupamentos de centros de saúde.

   
   

Trabalho e Segurança Social

     
   

Decreto-Lei nº 91/2009, de 9 de Abril - Estabelece o regime jurídico de protecção social na parentalidade no âmbito do sistema previdencial e no subsistema de solidariedade e revoga o DL n.º 154/88, de 29 de Abril, e o DL n.º 105/2008, de 25 de Junho.

   
   

Transportes rodoviário de mercadorias - IVA

     
   

Lei nº 15/2009(1), de 1 de Abril - Aprova o regime especial de exigibilidade do IVA dos serviços de transporte rodoviário nacional de mercadorias.

   
   

Crédito à habitação - protecção para desempregados

     
   

Portaria nº 384/2009, de 9 de Abril - Adapta a taxa de referência para o cálculo das bonificações (TRCB) de juros de empréstimos, em que pelo menos um dos mutuários se encontre na situação de desempregado.

   
   

Empreendimentos turísticos

     
   

Portaria n.º 358/2009, de 6 de Abril - Estabelece os requisitos dos equipamentos de uso comum dos empreendimentos turísticos.

   
   

Ensino

     
   

Portaria n.º 382/2009, de 8 de Abril - Actualiza para o ano lectivo de 2008-2009 as condições de prestação de apoio financeiro aos alunos que frequentam escolas particulares de ensino especial.

   
   

IRS

     
   

Portaria n.º 333-A/2009(1), de 1 de Abril - (Supl.) - Aprova os novos modelos de impressos a que se refere o n.º 1 do artigo 57.º do Código do IRS.

   
   

Portaria n.º 333-A/2009(2), de 1 de Abril - (Supl. )- Aprova os novos modelos de impressos relativos a anexos que fazem parte integrante do modelo declarativo da informação empresarial simplificada (IES).

   
    Incentivos
     
   

Portaria n.º 353-A/2009, de 3 de Abril - (Supl.) - Altera o Regulamento do Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME (SI Qualificação PME), aprovado pela Port. n.º 1463/2007, de 15 de Novembro.

   
   

Portaria n.º 353-B/2009, de 3 de Abril - (Supl.) - Altera o Regulamento do Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SII&DT), aprovado pela Port. n.º 1462/2007, de 15 de Novembro.

   
   

Portaria n.º 353-C/2009, de 3 de Abril - (Supl.) - Altera o Regulamento do Sistema de Incentivos à Inovação (SI Inovação), aprovado pela Port. n.º 146/2007, de 15 de Novembro.

     
   
    SEMINÁRIO TEMÁTICO: A Análise de Balanços
    LISBOA |18 de Maio
 

Realiza-se no Centro de Formação Profissional Indústria Térmica, Energia e Ambiente - APIEF, no próximo dia 18 de Maio.

O objectivo principal desta acção de formação consiste em dar a conhecer aos formandos os diversos indicadores de performance empresarial, de modo que consigam diagnosticar os principais pontos fracos e pontos fortes da empresa em termos económicos e financeiros, a partir das peças contabilísticas corrigidas e das informações de carácter extra-contabilístico.

FORMADOR | José Farinha
Pós-Graduado em Normas de Contabilidade pelo ISCTE (José Farinha); Licenciatura em Auditoria pelo ISCAL; Director da CERB- Empresa de Consultoria/ Auditoria e Contabilidade.

FORMADOR | José Pires ; Formador na CTOC
Pós-Graduado em Fiscalidade pelo ISG; Licenciatura em Gestão pelo ISEG; Consultor na CERB - Empresa de Consultoria/ Auditoria e Contabilidade.

HORÁRIO | 9.00-17.00 H

DURAÇÃO | 7 Horas

PREÇO | GRATUITO (associados) / € 110,00 (não associados)

CERTIFICAÇÃO: No final da acção de formação os participantes receberão um Certificado de Frequência emitido pela APIEF.

Descarregue aqui a ficha de Inscrição
Descarregue aqui mais informações sobre este Seminário Temático

Contactos:
APIEF - Isabel Fonseca
formacao@apief.pt | +351 967 830 953

   
    CONVEGNO PADOVA 2009
    ITÁLIA | 18 de Junho
 

Realiza-se no Centro Congressi Villa Ottoboni, quinta-feira, dia 18 de Junho em Pádua o seminário com o tema Riduzione dei fabbisogni, recupero di efficienza e fonti rinnovabili per il risparmio energetico nel settore del terziario.

A edição 2009 do Congresso AICARR, irá analisar as questões da redução das necessidades energéticas, a valorização da eficiência e da utilização de fontes renováveis, à luz das novas experiências e novas técnicas e legislativas com especial referência para o sector terciário.

Contactos:
AICARR - http://www.aicarr.org/
Centro Congressi Villa Ottoboni
Via Padre E. Ramin, 1 | 35136 Padova

   
    Workshop - O projecto Waste Train e a Gestão de Resíduos de Construção e Demolição
    LISBOA | 04 de Junho
 

No âmbito do projecto Waste Train realiza-se no próximo dia 04 de Junho de 2009, no Auditório do Liberoffice Chiado, o Workshop “O Projecto Waste Train e a Gestão de Resíduos de Construção e Demolição”.

O workshop tem por objectivo divulgar o projecto Waste Train – software com conteúdos (logística, prevenção, cálculo, etc.) que permitem auxiliar na realização da gestão de resíduos de construção e demolição em obra. Pretendemos, ainda, trocar concepções e soluções no que diz respeito à elaboração de Planos de Prevenção e Gestão de Resíduos (PPGR) e à gestão de resíduos noutros países europeus, uma vez que contamos com a presença de investigadores europeus especialistas no tema.

Contactos:
cristina.silva@ceifa-ambiente.pt
Fax: +351 213 920 091 / 261 413 986.
www.ceifa-ambiente.pt