Realizou-se no passado dia 9 de Julho em Assembleia-Geral a eleição dos novos órgãos sociais da APIEF, que tomaram posse para um mandato de três anos (2009-2011). Constituem a Direcção as Associações fundadouras APIRAC, que preside, APIEE e EFRIARC. O Conselho Fiscal passa a ser presidido pela APIEE e integra ainda a EFRIARC e a Sociedade de Revisores Oficias de Contas Oliveira, Reis & Associados. A Assembleia-Geral presidida pelo jurista Dr. Miguel Santana conta ainda como Secretário o Eng. Francisco Severo.

A alteração estatutária recente que introduziu como novidade a contratação dos serviços de uma SROC para o exercício de funções no Conselho Fiscal, com inerentes competências no plano da certificação legal de contas, vai no sentido de se tornar cada vez mais consistente o projecto APIEF no quadro da missão em que está imbuído, particularmente no reconhecimento das responsabilidades que advém de parcerias com a tutela que muito nos honram.

Posteriormente, foi realizada nova Assembleia-Geral, 29 de Julho, para apreciação e discussão do Relatório e Contas da Direcção, bem como do Orçamento e Plano de Actividades. Pontos da Agenda de Trabalhos que foram aprovados por unanimidade.

Com o intuito de promover uma politica de continuidade e impulsionar as acções necessárias ao desenvolvimento de uma visão comum expansionista, a APIEF concentra-se em 7 prioridades:

  1. Reforçar o planeamento, organização e monitorização dos cursos/ acções de formação;

  2. Valorizar a marca APIEF aumentando a sua visibilidade enquanto símbolo de Inovação, Excelência, Competência e Experiência;

  3. Dotar as estruturas e os locais de formação de equipamentos didácticos e meios modernos capazes de oferecer melhores condições na realização das acções de formação;

  4. Reforçar as sinergias e níveis de coordenação entre delegações de formação;

  5. Promover a nível nacional e internacional, uma politica de crescente cooperação e intervenção procurando activamente parcerias estratégicas;

  6. Criar condições para a expansão e a diversificação da oferta formativa a todo o território nacional;

  7. Atrair, manter e desenvolver colaboradores dedicados, capazes de alimentar o sonho “ Crescer com qualidade”.

Agora que se inicia um novo ciclo, passado que está o da implementação, passamos a debatermo-nos com a preocupação da consolidação e crescimento. Esperamos poder saber responder ao desafio para o qual nos sentimos convocados, procurando corresponder às expectativas de um Sector que é razão da nossa existência.

    Nuno Roque
Secretário-Geral | APIRAC
     
   
   

Certificação Energética

    Qualificação de Peritos Qualificados
 

Os objectivos definidos pelo Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética (PNAEE) estabeleceram como meta até 2015 certificar 475 mil edifícios residenciais. A Adene já qualificou cerca de 950 peritos aos quais irão juntar-se 600 actualmente em formação, e ainda os que vão frequentar os cursos do segundo semestre, pelo que se espera conseguir atingir o objectivo dos 2000 peritos qualificados em 2010».

Até Junho, estavam qualificados 674 peritos para a certificação no âmbito do Regulamento das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios (RCCTE), 134 para o Regulamento dos Sistemas Energéticos de Climatização de Edifícios (RSECE) na vertente Energia e 142 na vertente da Qualidade do Ar Interior, segundo dados da Adene.

   
   

Espaço Energia e Ambiente em Lisboa

    Qualificação de Peritos Qualificados
 

No dia 11 de Julho de 2009 abriu ao público o Espaço Energia-Ambiente de Lisboa, na Rua dos Fanqueiros, 40. Aqui serão divulgadas as boas práticas nas áreas da energia e do ambiente, disponibilizado apoio ao cidadão nas áreas da Certificação Energética de Edifícios, da gestão de resíduos sólidos, entre outras.

Este novo serviço estará disponível numa loja cedida pela Câmara Municipal de Lisboa à Lisboa E-Nova e será dinamizado em parceria, entre outros Associados da Lisboa E-Nova, com a ADENE – Agência para a Energia e a APA – Agência Portuguesa do Ambiente.

Para além do atendimento ao público personalizado, está previsto um espaço Internet (com 2 computadores) para acesso a informação sobre o desempenho energético e ambiental da cidade de Lisboa. Adicionalmente, haverá uma zona “lounge” para consulta de revistas e publicações actuais.

   
   

Amb3E assina protocolo com a Câmara Municipal de Lisboa

     
 

A Amb3E – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos, a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e a Lisboa E-Nova assinaram um protocolo, de forma a constituir a autarquia e alguns espaços camarários como pontos de recepção de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos (REEE). A Câmara de Lisboa assegurou assim 14 novos pontos de recepção e recolha de REEE. A cidade já dispõe de outros 15 locais, sendo 12 deles constituídos pelos Pontos Electrão, dispersos por espaços comerciais e postos de abastecimento onde os consumidores podem depositar, de forma cómoda e gratuita, os seus equipamentos em fim de vida. Os 14 novos pontos encontram-se, entre outros locais, em Stª Apolónia, Telheiras, Olivais Sul e Benfica.

Toda a informação sobre os Locais de Recepção e Recolha pode ser encontrada no portal www.amb3e.pt ou através da linha verde 800 262 333.

   
    Novos Associados APIRAC
     
   

Só desta forma podemos crescer, evoluir e cada vez mais contribuir para a afirmação deste Sector.

Este mês temos o prazer de receber no nosso directório as seguintes empresas:

• CLICONFORT – Tecnologia de Ar Condicionado, Unip. Lda
• F. J. Martins, Lda
• GAZFRIO - Sistemas de Frio e Calor, Unip., Lda
• ANTCLIMA - Instalações Electromecânicas, Lda
• REFRIGERAÇÃO DIAS, Lda

     
   
    Sistema Aprendizagem - Novos Cursos
   

APIEF - Formação Qualificante para Jovens

   

A formação profissional é um das respostas mais eficazes para um vasto conjunto de questões que se levantam hoje em dia num contexto de crise generalizada, não só no plano económico mas também no plano social. A busca de habilitações relevantes para o mercado de trabalho e uma proposta profissional gratificante para os jovens encontra, neste tipo de formação, um espaço que deve ser valorizado.

A APIEF está consciente deste contexto, desenvolvendo acções profissionais especializadas nas áreas da energia, climatização, refrigeração e ambiente. Sendo uma entidade originada no tecido empresarial e profissional da área, é certificada pela DGERT e dispõe de instalações adequadamente apetrechadas para este tipo de formação, tecnologicamente exigente.

Estamos certos do interesse que estes cursos, pela sua potencialidade de empregabilidade futura, actualidade e conteúdo tecnológico despertarão junto de jovens com o 9º ano e idades entre os 15 e os 25 anos, constituindo projectos de formação profissional à medida para necessidades específicas da comunidade e contribuindo para o seu desenvolvimento sustentado.



   
     

» LISBOA
Isabel Fonseca
Tel: 213 224 260
Telm: 964 942 931
Fax: 213 474 576
formacao@apirac.pt
formacao@apief.pt

» PORTO
Dra. Patrícia Maia
Tel: 222 088 837
Telm: 964 942 932
Fax: 213 474 576
apirac.porto@apirac.pt
formacao.porto@apief.pt

» GUIMARÃES
Dra. Maria José
Tel: 213 224 260
Telm: 964 942 931
Fax: 213 474 576
apirac.guimaraes@apirac.pt
formacao.guimaraes@apief.pt

 

Inscreva-se Já!


     
   
   

Comissionamento só apenas pós-ocupação ou mais?

     
 

Como todos sabemos, hoje, jornais e revistas, cada vez mais, oferecem aos seus leitores a possibilidade de acederem aos seus conteúdos on-line. A revista brasileira Climatização & Refrigeração já tratou num dos seus números de há alguns meses um tema que para o nosso sector do AVAC&R permanece cheio de actualidade e que agora descobrimos disponível no site da revista. E, como foi objecto de tratamento por parte da grande associação americana ASHRAE, vai seguramente – como tem acontecido com tantos e tantos outros temas - servir de guia por esse mundo fora, não resistimos a chamar a atenção para o artigo que os nossos irmãos brasileiros, no seu português do outro lado do Atlântico, publicaram.

É muito comum haver errado entendimento sobre o que se entende por comissionamento. Por muitos é considerado como uma acção a realizar apenas a partir da entrada em operação dos sistemas do edifício, o que não é uma verdade absoluta, pois de acordo com o Guia 0-2005 da ASHRAE, o que se deve entender por comissionamento é todo um processo, focado na qualidade, que visa a melhoria da entrega ao cliente final de qualquer projecto, verificando-se e documentando que o edifício e todos os seus sistemas e componentes, pensados, planeados, projectados, instalados, ensaiados, submetidos a arranque e, a seguir, sujeitos a todas as convenientes operações de manutenção, vão atender e corresponder a todos os requisitos de projecto do seu proprietário.

Nesta análise da revista brasileira abordam-se temas tão interessantes como a Avaliação do desempenho de equipamentos e sistemas, a necessidade de por vezes se ter de fazer uma Redefinição das necessidades, analisam-se as possibilidades do Retorno do investimento ou o porquê de se fazer o Controlo do sistema de automação. O artigo é longo e um tanto denso, mas àqueles a quem o tema diz algo, trará seguramente ideias que poderão ajudar a arrumar conceitos.   

Para saber tudo click aqui

     
   
    Datas para pagamento de impostos
     
   

     
   
    Código do IVA - alterações
     
   

Decreto-Lei nº 136-A/2009, de 05 de Junho - (1º Supl.) Altera o Código do Imposto sobre o Valor Acrescentado, dispensando de algumas obrigações declarativas os sujeitos passivos que não possuam nem sejam obrigados a possuir contabilidade organizada e reduzindo o prazo das garantias exigidas para obtenção de reembolsos do imposto.

   
   

Trabalho e Segurança Social

     
   

Decreto-Lei nº 150/2009, de 30 de Junho - Estabelece um regime de alargamento das condições de atribuição do subsídio social de desemprego.

   
   

Empresas - certificação de micro, pequena e média empresas

     
   

Decreto-Lei nº 143/2009, de 16 de Junho - Primeira alteração ao DL nº 372/2007, de 6 de Novembro, que cria a certificação por via electrónica de micro, pequena e média empresas e permite aferir o estatuto de PME de qualquer empresa, de acordo com a definição e critérios previstos na Recomendação nº 2003/361/CE, da Comissão Europeia, de 6 de Maio.

   
   

Estrangeiros - Concessão de vistos

     
   

Resolução de Conselho de Ministros nº 50/2009, de 16 de Junho - Determina o limite da concessão de vistos de residência para a admissão em território nacional de cidadãos estrangeiros para o exercício de uma actividade profissional subordinada.

     
   
    SINERCLIMA 2010
    EXPOSALÃO |25-26-27-28 de Fevereiro'10
 

A APIRAC já está a preparar a terceira edição da Grande Feira do Sector de Energia, Refrigeração, Climatização, Qualidade do Ar Interior e Energias Renováveis - SINERCLIMA 2010.

Novamente na Exposalão Batalha, durante quatro dias, onde certamente encontrará bons contactos, novidades, parcerias de negócios e profissionais da área e ainda um conjunto de conferências de eleição.

Não perca esta oportunidade, tanto como expositor, como visitante, renove contactos e crie ambiente aos bons negócios. Agende a sua presença na SINERCLIMA.

Contactos:
APIRAC - Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado | Lisboa
Tel.: +351 213 224 260 | comunicacao-imagem@apirac.pt

EXPOSALÃO - Centro de Negócios | Batalha
catarinaalves@exposalao.pt | rogeriohenriques@exposalao.pt