Com a assinatura do Termo de Posse formalizou-se o início da actividade dos novos órgãos sociais no exercício de funções para que foram mandatados no período de 2011 a 2013. O Acto teve lugar em concomitância com a primeira reunião de Direcção, que se realizou na passada quarta-feira, dia 11 de Maio.

Com o assumir de funções são cooptados alguns compromissos e renovados os convites e mandatos das Comissões de Trabalho com actividade em curso. Efectivamente, decidiu a Direcção convidar todas as empresas que integram as Comissões de Distribuidores e de Instaladores, desafio esse que foi prontamente aceite por todos os respectivos membros.

Confirmou-se a revisão da Árvore de Decisão de equipamentos de Refrigeração e AVAC em termos da sua abrangência no quadro da legislação aplicável aos REEE. Esta revisão resultou de trabalho conjunto entre ANREEE e a APIRAC, clarificando sobremaneira zonas pouco definidas em termos de englobamento.

Na sequência de protocolo com a ADENE, confirmou ainda a Direcção a disponibilização, a partir do sítio da APIRAC na internet, os links para sítios de empresas distribuidoras de equipamentos de climatização para efeitos de informação aos Peritos Qualificados.

Da actividade associativa a destacar ainda as recentes presenças da APIRAC na Assembleia-Geral da AREA (Air Conditioning and Refrigeration European Association) e no Education Comittee da EHPA (European Heat Pum Association), o próximo encontro com empresas da Região de Leiria, que terá lugar na Exposalão Batalha, no próximo dia 25 de Maio e a sexta edição do Congresso Mediterrânico de Climatização – CLIMAMED, que se realizará em Madrid nos dias 2 e 3 de Junho.

    Nuno Roque
Secretário-Geral
     
   
   

93,5% dos produtores de equipamentos eléctricos integrados em sistemas de gestão de resíduos

     
 

No balanço de 2010, foram recolhidos 46,6 mil toneladas de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos (REEE) em Portugal. O valor, adiantado pela Associação Nacional de Registo de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (ANREEE) em conferência de imprensa, corresponde a 27,6 % das toneladas colocadas no mercado.

Em termos do sistema de gestão de resíduos, 93,5 % dos produtores de EEE registados pela ANREEE estão integrados nas entidades gestoras de recolha. Dessas 1566 empresas registadas, 66 % estão associadas à Amb3E e 27,5 % à ERP.

Por categoria, os grandes electrodomésticos representaram a maior percentagem de toneladas recolhidas (cerca de 29 mil toneladas) pelas duas entidades gestoras do sector. Os equipamentos informáticos e de telecomunicações (7,3 mil toneladas), os equipamentos de consumo (4,4 mil toneladas) e os pequenos electrodomésticos (4,1 mil toneladas) foram outras categorias que se destacaram.

Em média, foram recolhidos, em Portugal, 4,6 quilogramas por habitante. O valor está acima dos objectivos de recolha previstos pela União Europeia, que se situam nos quatro quilos por habitante.

Fonte: Ambienteonline

   
   

Aberto período de pré-registo para miniprodução de energia

     
 

Abriu a 9 de Maio, o período de pré-registo para a miniprodução de energia. Os interessados devem aceder ao sítio da internet www.renovaveisnahora.pt, proceder ao registo e aceder à plataforma electrónica “Sistema de Registo de miniprodução” (SRMini).

Após a efectivação do registo, serão instalados os equipamentos necessários à miniprodução e realizada uma inspecção para verificação do cumprimento de requisitos de segurança, entre outros.

O governo afectou à miniprodução 500 MW até 2020, o que equivale à instalação de 2000 campos de futebol de painéis solares.

O primeiro leilão para atribuição de potência deverá ocorrer no final de Junho. A miniprodução inclui potências de pequena escala (entre 3,68 e 250 kW) de produção descentralizada de electricidade, recorrendo a recursos renováveis e entregando, contra remuneração, electricidade à rede pública, na condição de que exista consumo efectivo de electricidade no local da instalação.

Assim, a miniprodução não só permite ao produtor consumir a electricidade produzida pela sua instalação como lhe dá a possibilidade de vender a totalidade dessa electricidade à rede eléctrica de serviço público, com tarifa bonificada.

   
   

Renováveis representam já 61 % do consumo de electricidade

     
 

As estatísticas da REN referentes ao mês de Abril mostram que 61% da electricidade consumida em Portugal desde o início de 2011 teve origem em energias renováveis, cuja produção evitou já, até ao final desse mês, a importação de 270 M€ de combustíveis fósseis e a aquisição de 65 M€ de licenças de emissão de CO2.

A produção hídrica continua a ser a tecnologia renovável com maior peso, produzindo 37% do consumo total, enquanto a eólica contribuiu com 19% e a biomassa com 5%. Quanto à produção solar fotovoltaica, registou um aumento de 49% face ao período homólogo do ano anterior.

Fonte: ADENE

   
   

DGS publica relatório sobre a Lei do tabaco

     
 

Decorridos 3 anos após a entrada em vigor, da Lei n.º 37/2007, de 14 de Agosto, dia que estabeleceu um conjunto de regras com vista à prevenção do tabagismo, à exposição involuntária do fumo do tabaco e à respectiva diminuição dos efeitos negativos na saúde, considera a DGS ser o momento para apresentação do relatório relativo ao acompanhamento e implementação da referida Lei.

De acordo com a informação apurada, a Lei do Tabaco contribuiu para alterar hábitos, melhorando a saúde e protegendo os não fumadores. Segundo este documento, Portugal é o país europeu com maior diminuição de prevalência de fumadores passivos no local de trabalho no período de 2005 a 2010, estando agora na 6.ª posição na tabela dos 27 países na União Europeia. Apurou-se que entre 2007 e 2009 aumentou a procura de consultas de apoio intensivo à cessação tabágica, e baixou o número de internamentos por doença pulmonar.

A DGS diz ainda, que “A Lei é percepcionada de forma muito positiva pela população, reconhecendo-se, porém, espaço para a sua melhoria na perspectiva da redução do fumo passivo” e conclui afirmando, que a Lei foi socialmente aceite e com rumo aplaudido.

Clique aqui

   
   

Dia Mundial da Energia – 29 de Maio

     
 

Comemora-se no próximo dia 29, o Dia Mundial da Energia.

Este dia foi criado para sensibilizar as pessoas e os líderes mundiais para a necessidade de poupança de energia e para a promoção das energias renováveis, mais amigas do ambiente, em substituição das energias fósseis, altamente poluentes e prejudiciais para a própria vida na Terra.

   
    Em Destaque o Parceiro: Sorriso Saudável
   
 

A Clinica Dentária Sorriso Saudável, está a fazer uma mega promoção durante os meses de Junho e Julho, para os detentores do Cartão Associado APIRAC, aproveite já!

Com a falta de dentes, ou com os dentes tortos e desalinhados, o seu sorriso não será o de sempre, mas se depender da clínica Sorriso Saudável, vai ter bons motivos para sorrir.

Faça o seu tratamento dentário durante os meses de Junho e Julho e beneficie desses descontos exclusivos aos Associados da APIRAC, com Cartão Associado APIRAC.

1ª consulta - GRATUITO
Rastreio com cámera intra oral - GRATUITO
Prévisão de custo - GRATUITO

Limpeza dentária - 60 % desconto
Clareamento dentário - 50 % desconto
Implantes dentários - 20 % desconto
Aparelhos dentários - 50 % desconto

O Cartão Associado APIRAC é uma iniciativa da APIRAC, constituindo um serviço que presta aos seus associados com situação regular, com uma periodicidade anual que coincide com o ano civil, sendo renovável anualmente.

Mais informações clique aqui

     
   
   

Novos Associados

   
 

Só desta forma podemos crescer, evoluir e cada vez mais contribuir para a afirmação deste Sector.

Este mês temos o prazer de receber no nosso directório as seguintes empresas:

• CONTINENTALCOOLFILTER, Lda

• FRIAR – Refrigeração e Ar Condicionado, Lda

• MOSTAFA HAMMENI

• PEDRO ROMANGA, Lda

     
   
   

Nova Comissão de Instaladores

   

Triénio 2011-2013

 

 

Anuncia-se a composição da nova Comissão, constituída pelas seguintes empresas:

- ALFACLIMA
- AR WATT
- COFELY
- FRIGOSSISTEMA
- NUNO STROTHMAN & RIBEIRO
- POLITERMICA
- TECNOSPIE
- SOUSA PEDRO

Realça-se o facto de a composição da Comissão ser idêntica à do Triénio 2008-2011, prova de que o trabalho desenvolvido pela anterior Comissão foi amplamente reconhecido, contribuindo para o desenvolvimento do sector de actividade de AVAC&R. Salienta-se o facto de que com a anterior Comissão se terem realizado 25 reuniões de trabalho, com abordagem a temas de interesse comum, quer trazidos à Comissão pela Direcção ou através de empresas associadas, quer pela própria Comissão a propósito de assuntos relacionados com a actividade das empresas do sector. Ponto alto da anterior Comissão foi a realização do 1ºENCONTRO NACIONAL DAS EMPRESAS DO SECTOR DE AVAC&R realizado em Junho de 2010, com uma interessante participação das empresas do nosso sector e reconhecimento generalizado do grande interesse deste evento.

   
   

Nova Comissão de Distribuidores

    Triénio 2011-2013

 

Anuncia-se a composição da nova Comissão, constituída pelas seguintes empresas:

-- TOSHIBA DX-POR (PRESIDÊNCIA)
- LG ELECTRONICS (VICE-PRESIDÊNCIA)
- DAIKIN PORTUGAL (LIGAÇÃO À DIRECÇÃO APIRAC)
- CAUPEL
- NÓNIO HIROSS
- RELOPA

Com igual composição à que tomou posse em finais de 2010 (na substituição da anterior CD), estará em vigor ao longo do Triénio 2011-2013, esperando-se que o trabalho a desenvolver, venha a ser reconhecido como um meritório contributo para o desenvolvimento e defesa dos interesses do sector de distribuição do AVAC&R em Portugal.
Perspectivam-se alguns interessantes campos de luta dos quais destacamos a tentativa de uniformização na aplicação da taxa de IVA bonificado às bombas de calor reversíveis, bem como a divulgação da sua rotulagem e etiquetagem energética, onde os representantes deverão ter uma palavra a dizer perante os diplomas europeus em preparação. Também, a realização da Feira SINERCLIMA na Batalha, e a dinâmica que este certame vier mostrar ao país, passará pela dinamização que a comissão lhe consiga trazer.  

Em breve (21 JUN. próximo) se realizará uma Reunião aberta de Distribuidores sob a égide desta CD no sentido de se auscultar dos reais interesses e das dificuldades hoje colocadas ao segmento da distribuição, no sentido de a APIRAC abrir uma frente de luta institucional que possa contribuir para as melhorias pretendidas.  

     
   
   

 

» LISBOA
Isabel Fonseca
Tel: 213 224 265
Telm: 967 830 953
Fax: 213 474 576
formacao@apirac.pt
formacao@apief.pt

» PORTO
Dra. Patrícia Maia
Tel: 222 088 837
Telm: 964 942 932
Fax: 213 474 576
apirac.porto@apirac.pt
formacao.porto@apief.pt

» GUIMARÃES
Dra. Maria José
Tel: 253 554 288
Telm: 967 446 860
Fax: 213 474 576
apirac.guimaraes@apirac.pt
formacao.guimaraes@apief.pt

 


     
   
   

Fluidos frigorigéneos naturais

     
 

Como todos sabemos, hoje ainda e durante bastante tempo, os processos de transferência de calor são realizados com fluidos frigorigéneos halogenados (contendo flúor), mas a premência da sua substituição é cada vez maior. Os CFC praticamente desapareceram e os HCFC têm o horizonte já bem traçado com a aproximação de 2015. Sobram os F-gases, gases fluorados com efeito de estufa que não destroem o ozono mas contribuem para o aquecimento global com o seu elevado GWP.

As alternativas que evitarão estes inconvenientes e que se delineiam como os grandes substitutos nos sistemas de AVAC&R são os fluidos naturais. E dentro destes falamos do já tão utilizado nas instalações industriais R717 amoníaco, mas também do R744, dióxido de carbono CO2, dos hidrocarbonetos  R170 etano, R290 propano, R600 butano, R600a isobutano, do R1270 propileno e até da água R718.

Se estes fluidos vão ser o nosso futuro na profissão, porque não começar já a conhecê-los e a entender o que nos espera com a sua chegada ao nosso dia-a-dia?

Para isso, e por o considerarmos um documento cheio de interesse, trazemos ao vosso conhecimento um documento muito interessante da ASHRAE, sobre estes fluidos.

Como o inglês é cada vez mais a linguagem técnica usada no mundo cremos que este documento, de 10 páginas, será um bom enriquecimento sobre este assunto.

Para saber tudo, clique aqui

     
   
    Datas para pagamento de impostos
     
   

     
   
   

Ministério da Defesa Nacional

     
   

Decreto-Lei n.º 62/2011. D.R. n.º 89, Série I de 2011-05-09 - Estabelece os procedimentos de identificação e de protecção das infra-estruturas essenciais para a saúde, a segurança e o bem-estar económico e social da sociedade nos sectores da energia e transportes e transpõe a Directiva n.º 2008/114/CE, do Conselho, de 8 de Dezembro.

   
   

Ministério da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento

     
   

Decreto-Lei n.º 63/2011. D.R. n.º 89, Série I de 2011-05-09 - Estabelece as medidas de informação a prestar ao utilizador final através de etiquetagem e outras indicações sobre o consumo de energia, transpondo a Directiva n.º 2010/30/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 19 de Maio.

   
   

Ministério da Justiça

     
   

Decreto-Lei n.º 60/2011. D.R. n.º 88, Série I de 2011-05-06 - Cria a Rede Nacional de Centros de Arbitragem Institucionalizada (RNCAI) e estabelece as formas e critérios de financiamento e avaliação dos centros que a integram.

   
   

Presidência da República

     
   

Decreto do Presidente da República n.º 50/2011. D.R. n.º 89, Série I de 2011-05-09  - Ratifica o Estatuto da Agência Internacional para as Energias Renováveis (IRENA), adoptado em Bona em 26 de Janeiro de 2009.

   
   

Assembleia da República

     
   

Resolução da Assembleia da República n.º 108/2011. D.R. n.º 90, Série I de 2011-05-10 - Institui o Dia da Produção Nacional.

   
   

Resolução da Assembleia da República n.º 105/2011. D.R. n.º 89, Série I de 2011-05-09 - Aprova o Estatuto da Agência Internacional para as Energias Renováveis (IRENA), adoptado em Bona em 26 de Janeiro de 2009.

   
   

Região Autónoma da Madeira - Presidência do Governo

     
   

Decreto Regulamentar Regional n.º 3/2011/M. D.R. n.º 96, Série I de 2011-05-18 - Executa o Orçamento da Região Autónoma da Madeira para 2011.

   

 

   
    APIEF - Estágios Profissionais
    Estágios Profissionais em Empresas do SECTOR, GRATUITOS e SEM ENCARGOS
 

» Sistema Aprendizagem - Colocação de formandos em Entidades de Apoio à Alternância

A APIEF iniciou mais uma série de cursos em Sistema Aprendizagem que integram no decurso da formação uma forte componente de estágio, que leva os formandos a realizar uma formação prática em contexto de trabalho, sendo para tal necessária a participação de empresas, designadas neste âmbito por entidades de apoio à alternância, para se poder concluir o processo formativo. Assim, informa a APIRAC aos seus associados que o nosso Centro de Formação APIEF necessita de parceiros para acolher estagiários nas áreas que se indicam:

Aspectos Técnicos:

  • Não existe qualquer contrapartida financeira de parte a parte;
  • Os períodos de estágio são concentrados em dois períodos do ano para melhor integração do formando e desenvolvimento da aprendizagem em situações de trabalho; previsivelmente em 2011,e para o primeiro período lectivo em curso, os estágios decorrerão nos seguintes períodos:
          » TRC - 07-03-2011 a 31-03-2011, e de 06-06-2011 a 06-07-2011 (300 horas),
          » ISST – 28-02-2011 a 18-03-2011, e de 06-06-2011 a 22-02-2011 (200 horas);
  • Os custos com os formandos, bem como os seguros são suportados pelo IEFP e APIEF;
  • Necessária a designação de um Tutor;
  • No final da formação terá que ser enviada uma avaliação;
  • No final de cada mês terá que ser enviada a assiduidade dos formandos via fax ou e-mail;
  • Assinatura de um protocolo/ contrato entre as entidades envolvidas.

As empresas interessadas em receber formandos, queiram por favor contactar: Dra. Margarida Alvadia                     
Tel: +351 213 540 011 | e-mail: margarida.alvadia@apief.pt

     
   
     
   

2º Encontro Regional de Empresas do Sector de AVAC&R - A Sustentabilidade das Empresas de AVAC&R

   

25 de Maio de 2011 | Exposalão, Batalha

 

Depois de Castelo Branco, a APIRAC promove um novo ENCONTRO-DEBATE, desta vez no distrito de LEIRIA. Esta é uma iniciativa aberta a todas as empresas do sector de AVAC&R - Aquecimento, Ventilação, Ar Condicionado e Refrigeração, com o objectivo de esclarecer os gestores e técnicos das empresas quanto à problemática da adaptação da capacidade técnica das empresas, por forma a torná-las mais competitivas e concorrenciais, de acordo com a regulamentação do sector.

A Participação é GRATUITA

Inscrições: dias.caetano@apirac.pt

Consultar PROGRAMA aqui

   
     
   

CLIMAMED 2011

    Madrid, ESPANHA | 2 a 3 de Junho de 2011

 

Já na sua 6ª edição, o CLIMAMED’11 terá lugar em Madrid, Espanha, durante os dias 2 e 3 de Junho de 2011.

Estes são os 9 temas proposto para o Congresso:

  • Energia Solar Térmica e outras Energias Renováveis e suas aplicações aos Sistemas de Climatização
  • Eficiência Energética em Edifícios
  • Manutenção e Exploração de Edifícios
  • Impacto Ambiental e Protecção do Meio Ambiente
  • Qualidade do Ar Interior e Saúde
  • Sistemas de Ventilação
  • Parâmetros de Conforto: significado, aplicação e seu controlo
  • Qualidade das Instalações
  • Normalização e Regulamentação
Consultem o prospecto do evento, clicando aqui

Mais informações:
ATECYR - info@atecyr.org · Tel. 91 767 13 55 · Fax. 91 767 06 38
www.atecyr.org

     
   
    Se pretender fazer um comentário ou deixar-nos a sua opinião, clique aqui!
   
Para remover clique aqui e escreva STOP.
 

Patrocinadores Newsletter