Recentemente foi formalizada a profissão “instalador de ar condicionado e de sistemas de refrigeração”. Esta nomenclatura integra a Classificação Portuguesa das Profissões lançada pelo INE, I.P.. A profissão decorre da articulação com a revisão 3 da Classificação das Actividades Económicas, em que tinha sido atribuído um CAE específico às empresas que procedem à instalação, montagem, manutenção, assistência técnica de sistemas de climatização e refrigeração e qualidade do ar interior. Ficou integrada no grupo 7, com o código 7127.0 e compreende as tarefas e funções que consistem, particularmente, em: analisar esquemas, desenhos e especificações técnicas, para determinar o processo de instalação dos aparelhos; instalar equipamentos necessários aos sistemas de refrigeração e climatização; regular e ensaiar equipamentos e corrigir eventuais deficiências de funcionamento; localizar e/ou orientar o diagnóstico das avarias e deficiências e determinar as suas causas; efectuar reparações de rotina dos sistemas de ar condicionado e de refrigeração; cumprir normas de higiene, saúde e segurança no trabalho.

A Classificação Portuguesa das Profissões de 2010, foi elaborada a partir da Classificação Internacional Tipo de Profissões de 2008 pelo INE, I.P., com a colaboração de diversas entidades, entre as quais a APIRAC, e veio substituir a Classificação Nacional de Profissões de 1994 do IEFP, procurando dotar o Sistema Estatístico Nacional (SEN) duma classificação de profissões, integrada no último quadro internacional e ajustada à realidade portuguesa. Esta não é uma classificação fechada, mas actualização à existente só deverá acontecer daqui por 5 anos.

Esta é uma profissão classificada, a partir da qual se relacionam diversas categorias profissionais, em função da especialização profissional e do grau de competência aferido pela existência, ou não, e cumulativa, ou não, de processos de qualificação, credenciação e certificação profissional. Este é um trabalho de fundo que pode a partir daqui ser desenvolvido no seio da APIRAC, envolvendo as Comissões de Trabalho e as empresas, procurando uma harmonização até aqui inexistente no nosso Sector.

    Nuno Roque
Secretário-Geral
     
   
   

Encontros Regionais promovidos pela APIRAC

     
 

Realizou-se no passado dia 27 de Maio mais um encontro com empresas, desta vez na Região de Leira. O encontro teve lugar na Exposalão Batalha e reuniu mais de 30 participantes. Considerando os dois encontros, Castelo Branco e Batalha, são agora 50 as empresas que já marcaram presença. Podemos anunciar que o próximo encontro será em Coimbra e tem data marcada para o dia 29 de Junho, com o horário habitual (14H30 às 17H30). Brevemente daremos indicações sobre o local e acessos.

   
   

CLIMAMED'11

     
 

Entretanto, por estes dias, decorre a sexta edição do CLIMAMED, na cidade de Madrid, que conta com a apresentação de 5 trabalhos por oradores portugueses. Na próxima edição far-se-á história no congresso com a realização na Turquia, constituindo este país o primeiro a juntar-se ao núcleo fundador e alargando a cobertura mediterrânica, objectivo que presidiu ao estabelecimento do CLIMAMED. Esperamos que outros países se juntem à organização deste evento.

   
   

Emissões de CO2 bateram recorde em 2010

     
 

A Agência Internacional de Energia (AIE) divulgou ontem as estimativas de emissões de dióxido de carbono (CO2) em 2010, registando-se como as maiores da história.

Depois de uma queda registada em 2009, causada pela crise financeira global, as emissões subiram para um recorde de 30,6 gigatoneladas (Gt), um salto de cinco por cento em relação ao ano anterior recorde em 2008, quando as emissões atingiram 29,3 Gt. Estes valores estão já próximos dos 32 Gt estabelecidos como meta para 2020.

A AIE estima ainda que 80 por cento das emissões projectadas para o sector de energia em 2020 já estejam em marcha, uma vez que correspondem a centrais que estão hoje em funcionamento ou em construção.

«Este aumento significativo nas emissões de CO2 representam um sério revés para as esperanças de limitar o aumento global da temperatura a um máximo de 2 º C», disse Fatih Birol, economista-chefe da AIE.

Fonte: Ambienteonline

   
   

Gestão de energia com nova norma internacional

     
 

A nova ISO 50001, prevista para o terceiro trimestre de 2011, quer ajudar empresas e organizações a melhorar a sua performance energética, aumentando a eficiência energética e reduzindo os impactes das alterações climáticas.

Esta norma para a gestão de energia irá estabelecer um regulamento para as unidades industriais, empresas ou organizações possam gerir a energia da forma mais eficiente possível. A ISO estima que esta norma pode influenciar cerca de 60 por cento do uso mundial de energia.

«A ISO 50001 fornece um modelo – provado – que irá ajudar as organizações e empresas a planear e gerir o uso que fazem da energia. Um consenso extremamente alargado permitiu o rápido progresso deste trabalho e prova que o mundo necessita e quer esta norma», sublinhou Edwin Piñero, responsável pelo grupo de trabalho ISO/PC 242, que está a trabalhar na 50001.

Fonte: Ambienteonline

   
   

Os estágios profissionais com mais de três meses terão de ser obrigatoriamente remunerados a partir de Setembro.

     
 

Segundo o decreto-lei hoje publicado em Diário da República, o novo regime "aplica-se a estágios profissionais", sendo obrigatório atribuir ao estagiário um "subsídio de estágio, cujo valor tem como limite mínimo o correspondente ao indexante dos apoios sociais", actualmente em 419,22 euros segundo o portal da Segurança Social na Internet.

Além disso, o estagiário tem ainda direito ao "pagamento do subsídio de refeição por cada dia de estágio" ou, em alternativa, a refeição fornecida pela entidade empregadora.

Fonte: Diário Económico

   
    Em Destaque o Parceiro: Chão de Oliva – Centro de Difusão Cultural de Sintra
   
 

A APIRAC e o Centro de Difusão Cultural de Sintra - Chão de Oliva, assinaram recentemente um protocolo que tem por objectivo a criação de uma relação de parceria entre a APIRAC e os preços de bilheteira de espectáculos do Chão de Oliva.

O Centro de Difusão Cultural de Sintra - Chão de Oliva tem condições especiais e vantajosas para as empresas associadas da APIRAC que são detentoras do Cartão Associado APIRAC.

As condições especiais genéricas concedidas pelo Centro de Difusão Cultural de Sintra - Chão de Oliva, são disponibilizadas no site do cartão, a partir de www.apirac.pt.

O Cartão Associado APIRAC é uma iniciativa da APIRAC, constituindo um serviço que presta aos seus associados com situação regular, com uma periodicidade anual que coincide com o ano civil, sendo renovável anualmente.

Mais informações clique aqui

     
   
   

Atendimento personalizado aos Associados

    7 de Junho - 3ª feira
 

Conforme já oportunamente anunciado, a APIRAC tem um serviço regular de atendimento personalizado, no seu escritório à Campanhã, na Rua Monte do Bonfim, Nº 120; 4300-350 Porto, com a intenção de dialogar pessoalmente com os seus Associados, sobretudo instaladores, na procura de auscultar directamente os interessados em apresentarem os seus problemas relacionados com a actividade das suas empresas do ramo AVAC&R.

Nesse sentido agradecíamos desde já o vosso contacto para marcação, via e-mail, ou através dos telef. 222 088 837, ou 969829706, deixando aqui o nosso convite para vos atender no próximo dia 7 Junho de 2011 (3ª Feira) nas referidas instalações, das 10H00 às 13H00 e das 14H00 às 17H00.

São assuntos de actualidade e para os quais estamos ao vosso dispor para os esclarecimentos necessários, os seguintes:

Renovação dos Certificados dos Técnicos dos fluidos que afectam a camada de ozono, dos grupos B e C, ao abrigo do Decreto-Lei 152/2005 e sua reformulação pelo Decreto-Lei 35/2008, requisitos de renovação dos certificados, com especial atenção para o rigor das fichas de intervenção a enviar á APA, para o que estamos ao vosso dispor para uma análise prévia às mesmas;

Certificação dos técnicos de manuseamento dos gases fluorados com efeito de estufa, segundo os Regulamento (CE) 842/2006 e (CE) 303/2008, enquadrados pelo Decreto-Lei 56/2011 que entrou recentemente em vigor. Requisitos de certificação.

Aproveitamos para vos informar que em complemento do atendimento regular aos seus Associados, a APIRAC tem vindo a promover Encontros Regionais com empresas da nossa actividade de AVAC&R, contando-se já com encontros em Castelo Branco, Leiria e proximamente em Coimbra, que tem constituído motivo de interesse das empresas participantes, no sentido de esclarecer os seus responsáveis quanto a aspectos importantes do funcionamento das empresas, nomeadamente no sentido da sua sustentabilidade face á legislação e regulamentação em vigor no sector.

     
   
   

 

» LISBOA
Isabel Fonseca
Tel: 213 224 265
Telm: 967 830 953
Fax: 213 474 576
formacao@apirac.pt
formacao@apief.pt

» PORTO
Dra. Patrícia Maia
Tel: 222 088 837
Telm: 964 942 932
Fax: 213 474 576
apirac.porto@apirac.pt
formacao.porto@apief.pt

» GUIMARÃES
Dra. Maria José
Tel: 253 554 288
Telm: 967 446 860
Fax: 213 474 576
apirac.guimaraes@apirac.pt
formacao.guimaraes@apief.pt

 


     
   
   

Fotossíntese artificial

     
 

A fotossíntese é a base da vida tal como a conhecemos, o nível mais baixo da cadeia alimentar. Da mesma forma que as plantas usam a fotossíntese para transformar a luz solar em energia, as células solares fotoelectroquimicas usam a luz solar para induzir reacções químicas que produzem hidrogénio a partir da água.

Ainda em estado inicial de desenvolvimento, essa tecnologia é promissora porque permite geração de energia absolutamente limpa: a energia solar é usada para produzir o hidrogénio, que por sua vez pode ser consumido em células de combustível, cujo único subproduto é a água.

Também conhecidas como células de Gratzel, as células fotoelectroquímicas usam um material semicondutor sensível à luz, como o óxido de cobre, para fornecer a corrente eléctrica necessária para alimentar a reacção.

Embora barato e largamente disponível, o óxido de cobre é instável quando exposto à luz na água. Adriana Paracchino e Elias Thimsen, dois dos membros da equipa do Dr. Michael Gratzel, ideólogo da tecnologia, descobriram que este problema da instabilidade do cobre pode ser resolvido revestindo os semicondutores com uma fina película com poucos átomos de espessura.

Esse revestimento é feito a partir de uma técnica, já usada industrialmente, chamada deposição de camadas atómicas (ALD: Atomic Layer Deposition). A sua precisão técnica é tão grande que a espessura da camada pode ser controlada com precisão de um átomo. Deste modo, oóxido de cobre é protegido de forma muito eficaz contra o contacto com a água, tornando possível usá-lo como o semicondutor da célula fotoelectroquímica.

Uma das vantagens deste processo é o facto do óxido de cobre ser abundante e barato, a camada de protecção, ser completamente impermeável, independentemente da rugosidade da superfície e o processo indicia vir a ser facilmente expandido para escala industrial.

O próximo passo da investigação será optimizar as propriedades eléctricas da camada protectora, na tentativa de aumentar a eficiência geral da célula.

Se quiser saber um pouco mais sobre o assunto clique aqui. Boa viagem!

     
   
    Datas para pagamento de impostos
     
   

     
   
   

Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social

     
   

Portaria n.º 211/2011. D.R. n.º 102, Série I de 2011-05-26 - Regula a certificação de competências profissionais resultantes do reconhecimento, validação e certificação de competências profissionais adquiridas e desenvolvidas ao longo da vida, nomeadamente em contextos de trabalho.

   
   

Portaria n.º 214/2011. D.R. n.º 104, Série I de 2011-05-30 - Estabelece o regime de formação e certificação de competências pedagógicas dos formadores que desenvolvem a sua actividade no âmbito do Sistema Nacional de Qualificações e revoga a Portaria n.º 1119/97, de 5 de Novembro.

   
   

Decreto-Lei n.º 66/2011. D.R. n.º 106, Série I de 2011-06-01 - Estabelece as regras a que deve obedecer a realização de estágios profissionais extracurriculares, no uso da autorização legislativa concedida pelo artigo 146.º da Lei n.º 55-A/2010, de 31 de Dezembro.

   
   

Ministérios do Trabalho e da Solidariedade Social e da Educação

     
   

Portaria n.º 199/2011. D.R. n.º 97, Série I de 2011-05-19 - Aprova os modelos de diplomas e de certificados que conferem uma qualificação de nível não superior no âmbito do Sistema Nacional de Qualificações.

   
   

Presidência do Conselho de Ministros - Centro Jurídico

     
   

Declaração de Rectificação n.º 15/2011. D.R. n.º 99, Série I de 2011-05-23 - Rectifica a Portaria n.º 162/2011, de 18 de Abril, dos Ministérios da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento, da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas, das Obras Públicas, Transportes e Comunicações e do Ambiente e do Ordenamento do Território, que define os limites e condições para a viabilização das utilizações não agrícolas de áreas integradas na Reserva Agrícola Nacional, publicada no Diário da República, 1.ª série, n.º 76, de 18 de Abril de 2011.

   
   

Presidência do Conselho de Ministros e Ministério da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento

     
   

Portaria n.º 215/2011. D.R. n.º 105, Série I de 2011-05-31 - Estabelece os requisitos específicos relativos a instalações, funcionamento e regime de classificação aplicáveis aos estabelecimentos de restauração ou bebidas, incluindo aos integrados em empreendimentos turísticos e às secções acessórias de restauração ou de bebidas instaladas em estabelecimentos comerciais com outra actividade.

   
   

Ministério das Finanças e da Administração Pública

     
   

Portaria n.º 219/2011. D.R. n.º 106, Série I de 2011-06-01 - Aprova os procedimentos e especificações técnicas a observar na realização da venda de bens penhorados em processo de execução fiscal de venda judicial na modalidade de leilão electrónico.

   
   

Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território

     
   

Portaria n.º 222/2011. D.R. n.º 107, Série I de 2011-06-02 - Primeira alteração à Portaria n.º 72/2010, de 4 de Fevereiro, que estabelece as regras respeitantes à liquidação, pagamento e repercussão da taxa de gestão de resíduos.

   
   

Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas

     
   

Portaria n.º 208/2011. D.R. n.º 100, Série I de 2011-05-24 - Altera e republica o Regulamento de Aplicação da Medida n.º 1.2, «Cooperação Empresarial para o Mercado e Internacionalização», designada «Redimensionamento e cooperação empresarial», integrada no subprograma n.º 1, «Promoção da competitividade», do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente (PRODER), aprovado pela Portaria n.º 1238/2008, de 30 de Outubro.

   
   

Região Autónoma dos Açores - Assembleia Legislativa

     
   

Decreto Legislativo Regional n.º 15/2011/A. D.R. n.º 104, Série I de 2011-05-30 - Define os princípios gerais para a atribuição de bolsas de estudo e formação pela Região Autónoma dos Açores e o regime de concessão de bolsas de estudo para formação profissional não disponível na Região Autónoma dos Açores.

   
   

Região Autónoma da Madeira - Presidência do Governo

     
   

Decreto Regulamentar Regional n.º 4/2011/M. D.R. n.º 106, Série I de 2011-06-01 - Primeira alteração ao Decreto Regulamentar Regional n.º 5/2007/M, de 23 de Julho, que aprova a organização e funcionamento do Governo Regional da Madeira.

   

 

   
    APIEF - Estágios Profissionais
    Estágios Profissionais em Empresas do SECTOR, GRATUITOS e SEM ENCARGOS
 

» Sistema Aprendizagem - Colocação de formandos em Entidades de Apoio à Alternância

A APIEF iniciou mais uma série de cursos em Sistema Aprendizagem que integram no decurso da formação uma forte componente de estágio, que leva os formandos a realizar uma formação prática em contexto de trabalho, sendo para tal necessária a participação de empresas, designadas neste âmbito por entidades de apoio à alternância, para se poder concluir o processo formativo. Assim, informa a APIRAC aos seus associados que o nosso Centro de Formação APIEF necessita de parceiros para acolher estagiários nas áreas que se indicam:

Aspectos Técnicos:

  • Não existe qualquer contrapartida financeira de parte a parte;
  • Os períodos de estágio são concentrados em dois períodos do ano para melhor integração do formando e desenvolvimento da aprendizagem em situações de trabalho; previsivelmente em 2011,e para o primeiro período lectivo em curso, os estágios decorrerão nos seguintes períodos:
          » TRC - 07-03-2011 a 31-03-2011, e de 06-06-2011 a 06-07-2011 (300 horas),
          » ISST – 28-02-2011 a 18-03-2011, e de 06-06-2011 a 22-02-2011 (200 horas);
  • Os custos com os formandos, bem como os seguros são suportados pelo IEFP e APIEF;
  • Necessária a designação de um Tutor;
  • No final da formação terá que ser enviada uma avaliação;
  • No final de cada mês terá que ser enviada a assiduidade dos formandos via fax ou e-mail;
  • Assinatura de um protocolo/ contrato entre as entidades envolvidas.

As empresas interessadas em receber formandos, queiram por favor contactar: Dra. Margarida Alvadia                     
Tel: +351 213 540 011 | e-mail: margarida.alvadia@apief.pt

     
   
     
   

3º Encontro Regional de Empresas do Sector de AVAC&R - A Sustentabilidade das Empresas de AVAC&R

   

29 de Junho de 2011 | Coimbra

 

Com carácter semelhante ao dos encontros anteriores, vai realizar-se o 3º ENCONTRO REGIONAL no próximo dia 29 do mês corrente de Junho, entre as 14H30 e as 17H30, em local a anunciar oportunamente.

ACEITAM-SE PARA JÁ INSCRIÇÕES de todas as empresas que queiram participar no encontro.

A Participação é GRATUITA

Inscrições: dias.caetano@apirac.pt

   
     
   

BACnet - Introdução à Automação de Edifícios com BACnet

    21 de Junho | IBIS Lisboa Saldanha, Lisboa 09H30- 17H30

 

Bem-vindos à primeira formação da BACnet Academy Europe em Portugal.

A formação BACnet tem como objectivo fornecer conhecimentos gerais sobre o desenvolvimento dinâmico do padrão aberto. Esta formação apresentará a posição do BACnet dentro do modelo ISO/OSI e os vários métoidos de transferÊncias de dados. Além disso, será apresentado e explicado como os objectivos BACnet são referenciados nos tipos de objectos standard.

INSCRIÇÕES: até 09 de Junho através dos contactos:
e-mail: info@big-eu.org
Fax: +49 231 427 867-32

www.bacnetacademy.org

     
   
    Se pretender fazer um comentário ou deixar-nos a sua opinião, clique aqui!
   
Para remover clique aqui e escreva STOP.
 

Patrocinadores Newsletter