O novo regulamento F-Gas (Regulamento CE n.º 517/2014) inclui muitas mudanças que se tornarão realidade a partir de 1 de Janeiro de 2015. As empresas de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor serão confrontadas com um conjunto de novas exigências que vão afectar substancialmente o conteúdo e o desempenho das suas atividades.

A este respeito a AREA (European Refrigeration, Air Conditioning and Heat Pump Contractors) da qual a APIRAC é membro, produziu um Guia interpretativo do novo Regulamento. Com este guia, a APIRAC pretende fornecer uma ferramenta aos seus Associados que explica e esclarece as novas regras, o seu impacto e sua aplicação prática.

O guia aborda de forma abrangente todos os aspectos relevantes para as empresas. Para cada tema, destaca-se claramente qual o impacto e faz sugestões sobre o modo de actuação. Inclui também ferramentas úteis, como uma tabela de conversão de peso-CO2-eq para os fluidos mais utilizados, um fluxograma para frequência de detecção de fugas e uma tabela que resume os requisitos de certificação.

O guia é um documento aberto, que será actualizado e completado, nomeadamente após a adopção de legislação de execução. A APIRAC também irá criar circulares temáticas sobre as questões mais importantes (por exemplo, detecção de fugas, de venda de gases fluorados e exclusões).

O Guia Prático sobre a aplicação do novo Regulamento F-Gás para refrigeração, ar condicionado e bombas de calor está disponível na área do Associado em www.apirac.pt.

    Nuno Roque
Secretário-Geral APIRAC
     
   
   

Comunicado da APA Ambiente

   

 

 

“No seguimento de um e-mail enviado pela Comissão Europeia à Agência Portuguesa do Ambiente, cumpre-nos informar que, qualquer empresa que coloque no mercado comunitário, equipamentos que contenham HFC, deverá registar-se na plataforma disponibilizada para o efeito pela Comissão Europeia.

Por colocação no mercado entende-se o primeiro fornecimento ou disponibilização a terceiros, na União, mediante pagamento ou a título gratuito, ou a utilização pelo próprio caso se trate de um produtor, o que inclui o desalfandegamento com vista à introdução em livre prática na União.

Por importação entende-se a entrada de equipamentos que contenham HFC, abrangidos pelo regulamento 517/2014, de 14 de abril, no território aduaneiro da Comunidade Europeia.

Isto significa que, se um equipamento for adquirido num país pertencente à União Europeia e comercializado em Portugal, não é necessário efetuar o referido registo na plataforma. No entanto, este registo é obrigatório, caso os equipamentos sejam importados para colocação no mercado comunitário.

A declaração da quantidade de HFC que se pretende importar dentro de equipamentos em 2016, deverá ser declarada à Comissão, em prazo a divulgar no decorrer do 1.º semestre de 2015, no Jornal Oficial da União Europeia.

Deverão contactar diretamente a Comissão Europeia, através do e-mail CLIMA-HFC-REGISTRY@ec.europa.eu, para qualquer esclarecimento relativamente a esta matéria. Poderá igualmente ser consultada mais informação no site da Comissão Europeia, em:

http://ec.europa.eu/clima/policies/f-gas/reporting/index_en.htm”.

Com os melhores cumprimentos,

Ricardo Almeida
Técnico superior
fgas@apambiente.pt
Agência Portuguesa do Ambiente
Divisão de Mitigação e Mercados de Carbono (DMMC)
Departamento de Alterações Climáticas (DCLIMA)

   
   
   

Produto Interno Bruto aumentou 1,1% em volume - 3.º Trimestre de 2014

   

 

 

O Produto Interno Bruto (PIB) registou, em termos homólogos, um aumento de 1,1% em volume no 3º trimestre de 2014 (0,9% no trimestre anterior). A procura interna apresentou um contributo positivo mais intenso para a variação homóloga do PIB, passando de 1,7 pontos percentuais (p.p.) no 2º trimestre de 2014 para 1,9 p.p. no 3º trimestre, refletindo sobretudo a evolução das Despesas de Consumo Final das Famílias Residentes. A procura externa líquida registou um contributo negativo de 0,9 p.p. (-0,8 p.p. no trimestre anterior).

Comparativamente com o trimestre anterior, o PIB aumentou 0,3% em termos reais (variação idêntica à observada no 2º trimestre), refletindo o contributo positivo da procura interna.

Fonte: INE
   
   

Índice de Vendas no Comércio a Retalho abrandou em termos homólogos - Outubro de 2014

     
 

O Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho registou em outubro uma variação homóloga de 0,8% (1,8% no mês anterior). Os índices de emprego, do número de horas trabalhadas ajustadas de efeitos de calendário e das remunerações, apresentaram, no mês de referência, taxas de variação homóloga de -0,4%, de -0,6% e de 1,2%, respetivamente (-0,2%, -0,4% e de 1,4% no mês anterior, pela mesma ordem).

Fonte: INE
   
   

Índice de Produção Industrial registou variação homóloga positiva - Outubro de 2014

     
 

O índice de produção industrial apresentou uma variação homóloga de 0,2% em outubro (-2,1% em setembro). A secção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de -0,3% (-2,9% no mês anterior).

Fonte: INE

   
   

Crédito ao consumo voltou a crescer no terceiro trimestre

     
 

Segundo os dados da Associação de Instituições de Crédito Especializado (ASFAC), o crédito ao consumo aumentou 17,2%, para os 665 milhões de euros, enquanto o crédito às empresas subiu 15,8%.

O crédito ao consumo em Portugal cresceu no terceiro trimestre deste ano. Neste período, o crédito concedido pelas associadas da Associação de Instituições de Crédito Especializado (ASFAC) registou um aumento de 24,9% face ao trimestre homólogo de 2013, situando-se nos 1.239 milhões de euros.

Fonte: Jornal de Negócios

   
   

Governo promete financiamentos para a reabilitação mas dúvidas persistem

     
 

Os responsáveis do setor da construção e do imobiliário têm procurado sensibilizar o Governo e as entidades públicas de que é essencial disponibilizar meios de financiamento que possam suportar as intervenções necessárias de forma a reabilitar os edifícios que precisam de obras, em especial os mais de 200 mil que se encontram em perigo de ruína.

O Governo, através do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, tem avançado os diversos valores de investimento que estão previstos no âmbito dos novos fundos europeus, enquadrados no Portugal 2020, que se destinam a apoiar as intervenções de reabilitação e regeneração urbanas.

Aliás, de acordo com secretário de Estado do Ordenamento do Território, Miguel Castro Neto, presente na conferência Reabilitar o Passado, Construir o Futuro, inserida na II Semana da Reabilitação Urbana, que decorre até Domingo, no Porto, as verbas disponíveis para apoiar a reabilitação atingem um total de 2,5 mil milhões de euros, disponíveis para um período de sete anos. Neste bolo estão incluídos 1,5 mil milhões de euros dos diferentes fundos comunitários, incluindo uma fatia significativa destinada a projetos para a eficiência energética. O restante será assegurado através de novas verbas do fundo JESSICA e de novas fontes de financiamento da banca comercial. De acordo com o secretário de Estado, o objetivo é que a construção para reabilitação atinja, em 2020, um peso de 20%, ou seja, mais que duplicando o valor que representa atualmente.

Fonte: Vida Ecocnómica

   
   

Candidaturas ao novo QREN só devem abrir em 2015

     
 

Os apoios financeiros dos programas operacionais do Portugal 2020 só serão concedidos a projetos novos, ou seja, só serão financiados investimentos realizados após a abertura dos respetivos concursos, o que deverá acontecer só em janeiro de 2015. Assim, os investimentos realizados em 2014, que deveria ter sido o primeiro ano de execução do programa, não são cobertos pelos apoios.

A abertura dos concursos aos programas operacionais do Portugal 2020 poderá ocorrer só em janeiro de 2015, apesar da confiança do Governo português na aprovação por parte de Bruxelas dos programas ainda durante a primeira quinzena de dezembro, avançou Piedade Valente, vogal da Comissão Executiva do Programa COMPETE, durante o Nersant Business 2014, realizado no início desta semana em Santarém.

Durante a sua intervenção no seminário “Mecanismos de apoio ao investimento em Portugal”, em que foi oradora, Piedade Valente afirmou que “a ronda final de negociação está quase concluída”.

Fonte: Vida Ecocnómica

     

   
    As nossas Circulares
    Consulte as nossas Circulares na Área Reservada ao Associado, no site APIRAC
 


Circular Informativa n.º 40/2014
-
Rectificação aos valores do Potencial de Aquecimento Global (PAG ou GWP) dos fluidos usados em AVAC&R

     
   
   

Novos Associados

   

    • COSTA LEONARDO Técnica Unipessoal, Lda
    • DINAMIKLIDER, LDA
    • DUOLUX - Instalações Eléctricas, Lda
    • ELECTRO RÁDIO ESTRELA, Comércio e Reparação de Electrodomésticos, LDA
    • ESSÊNCIA DO SONHO - Ar Condicionado, Unipessoal, Lda
    • FRIEMO - Fábrica de Equipamentos Hoteleiros, SA
    • GESTIAR - Instalação de Ar Condicionado, Unip., Lda
    • JC Frio de Jorge Manuel Castela da Conceição
    • JOAQUIM LIMA DA SILVA, LDA
    • JOSÉ JÚLIO JORDÃO, LDA
    • LABYCOOL Solutions, Unipessoal, Lda
    • NABÃO CLIMA - Equipamentos Hoteleiros, Lda
    • Nelson Martins Rosa Unipessoal, Lda
    • Ricardo M. S. Rodrigues, Soc. Unipessoal, Lda
    • RX-SOLAR - Engenharia & Projectos, Lda
    • SANIPOWER, SA
    • SOFTCLIMA, LDA

 
   
   

Protocolo APIRAC SENDYS_ALIDATA

   

 

 

Depois das apresentações do Protocolo efectuadas no decurso das Sessões “Reforma do IRC 2014”, em que participaram 70 representantes de empresas do Sector, nas cidades de Lisboa e Porto, a parceria encontra-se agora já em fase de desenvolvimento.

Na apresentação foi possível fazer-se demonstrações das aplicações e dar a conhecer testemunhos em suporte vídeo de responsáveis de empresas que já beneficiam de aplicações da SENDYS_ALIDATA. São muitas as soluções disponíveis a preços especiais, com desconto de 40%, o que se propõe aos associados da APIRAC. São contempladas áreas de gestão e operacional, onde a comunicação de dados à AT assume funcionalidade de inquestionável valor.

Na página da APIRAC na internet poderá conhecer em detalhe as soluções propostas, bem como testemunhos das vantagens organizacionais possíveis de obter.

     
   
 
    AGENDA - CURSOS APIEF
   

 

» LISBOA
Isabel Fonseca
Tel: 213 224 265
Telm: 967 830 953
Fax: 213 474 576
formacao@apirac.pt
formacao@apief.pt

» PORTO
Dra. Patrícia Maia
Tel: 222 088 837
Telm: 964 942 932
Fax: 213 474 576
apirac.porto@apirac.pt
formacao.porto@apief.pt

» GUIMARÃES
Dra. Maria José
Tel: 253 554 288
Telm: 967 446 860
Fax: 213 474 576
apirac.guimaraes@apirac.pt
formacao.guimaraes@apief.pt

 
10 dez » gases fluorados - categoria 1 - pós laboral lisboa
11/12 dez » iluminação lisboa
5 jan » gases fluorados - categoria 1 - laboral funchal
5 jan » gases fluorados - categoria 1 - pós laboral porto
12 jan » gases fluorados - categoria 1 -pós laboral lisboa
12 jan » tim 2 - pós laboral lisboa
12 jan » gases fluorados - categoria 1 -pós laboral faro
12 jan » itinerário gases fluorados - categoria 1 - laboral intensivo leiria
14 jan » tim 3 - laboral lisboa
19 jan » tim 3 - pós laboral lisboa
19 jan » tim 3 - pós laboral porto
19 jan » gases fluorados - categoria 1 - pós laboral porto
19/20 jan » gases fluorados- categoria 4 - laboral intensivo lisboa
20 jan » gases fluorados - categoria 1 - laboral leiria
22 jan » tim 3 - laboral faro
26 jan » gases fluorados - categoria 1 - laboral LISBOA
26 JAN » gases fluorados - categoria 1 - laboral FARO
29/30 jan » iluminação faro
2 FEV » gases fluorados - categoria 1 - pós laboral LISBOA
2 FEV » geral de refrigeração e ar condicionado - pós laboral LISBOA
9 FEV » tim 3 - pós laboral LISBOA
9/10 fev » iluminação lisboa
24 fev » inspecções de sistemas avac@r lisboa
     
   

Abertas as Inscrições - APRENDIZAGEM
LISBOA | PORTO | GUIMARÃES | FARO | LEIRIA | VISEU

   

 


   

 

   

Os cursos de aprendizagem são cursos de formação profissional inicial, em conjugação com as empresas, dirigidos a jovens, privilegiando a sua inserção no mercado de trabalho e permitindo o prosseguimento de estudos. São cursos de dupla certificação, escolar (12º ano, nível 3) e profissional (nível 4).

O Plano Curricular é composto por componentes de formação Sociocultural, Cientifica, Tecnológica e Prática realizada esta última em empresas (Formação Prática em Contexto de Trabalho).

Os candidatos devem reunir, cumulativamente, os seguintes requisitos:

Idade inferior a 24 anos;

3º Ciclo do ensino básico ou superior, sem conclusão do ensino secundário.

Os formandos beneficiam de diversos apoios sociais.

Saídas Profissionais:

• Técnico/a de Refrigeração e Climatização (3675h)
• Técnico/a Logística (3225h) Só em Guimarães

Mais informações: www.apief.pt

     
   
    Datas para pagamento de impostos
     
   

     
   
   

Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral

     
   

Declaração de Retificação n.º 46-A/2014 - Diário da República n.º 217/2014, 1º Suplemento, Série I de 2014-11-1058820005 - Retifica o Decreto-Lei n.º 136/2014, de 9 de setembro, do Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, que procede à décima terceira alteração ao Decreto-Lei n.º 555/99, de 16 de dezembro, que estabelece o regime jurídico da urbanização e edificação, publicado no Diário da República, 1.ª série, n.º 173, de 9 de setembro de 2014.

   
   

Declaração de Retificação n.º 49/2014 - Diário da República n.º 232/2014, Série I de 2014-12-0159231665  - Retifica o Decreto-Lei n.º 162/2014, de 31 de outubro, do Ministério das Finanças, que no uso da autorização legislativa concedida pela Lei n.º 44/2014, de 11 de julho, aprova um novo Código Fiscal do Investimento e procede à revisão dos regimes de benefícios fiscais ao investimento produtivo, e respetiva regulamentação, publicado no Diário da República n.º 211, 1ª série, de 31 de outubro de 2014.

 

   
   
   

Messe Frankfurt

   

10 - 14 Março | Frankfurt

 

A APIRAC em parceria com a Messe Frankfurt convida os Associados a visitar a Feira ISH aproveitando um conjunto de benefícios.

A ISH apresenta-se no panorama internacional feiras para a combinação de água e energia, com materiais e equipamentos para banho, serviços de construção, ar-condicionado e energias renováveis.

O pacote de benefícios especiais Programa VIP/ "ISH Upgrade" foi desenvolvido especificamente de modo a tornar visita ao evento tão fácil e conveniente quanto possível:

  • Entrada em todos os dias da ISH: 10-14 de Março de 2015;
  • Uso de transporte público na rede local (RMV) para o Centro de Exposições de Frankfurt;
  • Acesso ao Lounge Business no Hall 5 com bebidas, lanches e conexão Wi-Fi;
  • Serviços de Bengaleiro em todo o Centro de Exposições;
  • Preços de alojamento reduzidos em Frankfurt hotéis selecionados (sujeito a disponibilidade).

O prazo de inscrição para beneficiar do Programa VIP é o dia 15 de Fevereiro. Conforme indicado na brochura anexa, a inscrição faz-se através do link no site: clique aqui

As inscrições terão de ser efectuadas separadamente.

ISH Upgrade” contactos:
upgrade-ish@messefrankfurt.com
Tel. + 49 69 75 75 35 36 | Fax + 49 69 75 75 51 40

   
     
   

Roadshow Portugal Global

   

10 de Dezembro| Guarda

 

A aicep Portugal Global reforça a sua política de proximidade às empresas com um Roadshow passando por 12 cidades durante 12 meses, indo ao encontro das empresas que querem iniciar ou aumentar os seus negócios internacionais.

Mais uma edição do Roadshow Portugal Global decorrerá na Guarda, no dia 10 de dezembro. O mercado de França e a análise das oportunidades de negócio para setores relevantes da região, são a base de uma sessão onde estarão envolvidas várias entidades parceiras da AICEP, bem como o seu representante no país em análise.

Saiba mais sobre esta ação e inscreva-se em:
www.portugalglobal.pt/Roadshow

Para mais informações sobre o Encontro:
AICEP PORTUGAL - Tel: +351 217 909 500
maria.joao.gomes@portugalglobal.pt
www.portugalglobal.pt

   
     
   

CLIMAMED 2015

   

10-11 Setembro de 2015 | Centro de Congressos de Antibes Juan-les-Pins, Riviera Francesa (Nice) França

 

Em nome da Comissão Organizadora, convidamo-lo para a edição do CLIMAMED 2015, que terá lugar Centro de Congressos de Antibes Juan-les-Pins, Riviera Francesa (Nice) França 10-11 setembro de 2015.

O CLIMAMED 2015, é um Congresso Mediterrânico, na área das Engenharias, nomeadamente as de aquecimento, ventilação, ar-condicionado e refrigeração.

Endossado pela ASHRAE, REHVA e IBPSA, CLIMAMED de 2015 deverá ser um fórum produtivo, onde engenheiros, arquitetos, designers e fabricantes igualmente podem compartilhar informações e conhecimentos.

   
     
   
    Se pretender fazer um comentário ou deixar-nos a sua opinião, clique aqui!
   
Para remover clique aqui e escreva STOP.
 

Patrocinadores Newsletter