NewsLetter APIRAC - 17 de Abril de 2006

 

Editorial

E ao quarto dia do mês de Abril de 2006 a Directiva n.º 2002/91/EC do Parlamento Europeu e do Conselho Europeu para a Eficiência de Energia em Edifícios foi oficialmente adoptada pela legislação portuguesa.

 

Projectada para corresponder ao compromisso de Kyoto - as estimativas prevêem uma poupança possível de atingir os 22% de consumo energético em 2010 no sector de edifícios; se este potencial for aproveitado, então os 20% do compromisso de Kyoto poderão tornar-se realidade -, a nova regulamentação – RSECE e RCCTE - é acima de tudo um conjunto de medidas que irá afectar fundamentalmente a consciência colectiva na utilização e consumo da energia e tem como especial missão aumentar o investimento, constituindo um grande desafio para uma transformação profunda dos sectores envolvidos na construção em ordem à promoção da sua eficiência energética e bem assim ao uso de recursos de energia renovável.

 

No entanto, todos os passos dados até aqui   perdem   agora   importância;    nesta

altura o que realmente vale é o que se irá fazer para assegurar a sua implementação e esta é uma responsabilidade que diz respeito a um número alargado de agentes a todos níveis, provocando impacto e gerando motivações diversas: tutela, ordens e associações sectoriais, projectistas, arquitectos, fornecedores de equipamentos e serviços para edifícios, instaladores, empresas de construção, proprietários, inquilinos e essencialmente todos os consumidores de energia.

 

A necessidade de se contrariar dificuldades para uma implementação atempada da nova regulamentação deverá ser preocupação de todos os envolvidos. A APIRAC procurará assumir as suas responsabilidades promovendo a sensibilização para a importância da imediata aplicação do estipulado nos novos regulamentos e desencadeando as acções que conduzam ao estabelecimento de condições para que no nosso Sector os objectivos se tornem realidade.

 

 

Nuno Roque

Secretário-Geral

 


Notícias

REEE

SIRPEEE com novo endereço

 

O sistema informático SIRPEEE, utilizado para o Registo de Produtores de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos encontra-se presentemente numa fase de profunda alteração, de forma a dotá-lo de melhor funcionalidade e facilidade de utilização, sobretudo no que respeita às declarações periódicas de Produtores.

 

Assim, a partir de 11 de Abril de 2006, o acesso à aplicação SIRPEEE passou a ser realizado através de https://registo.anreee.org/. Neste novo endereço será possível encontrar a aplicação SIRPEEE tradicional que se poderá utilizar para efectuar o Registo Inicial como Produtor Nacional ou para consulta da informação individual declarada e correspondente a 2004 (Produtor já registado).

 

Para as Declarações de 2005, não deve ser usado o SIRPEEE, mas sim o ficheiro oportunamente enviado a todos os Produtores registados.

 

Mais informações em www.anreee.pt.

 


Financiamento à Formação Profissional

 

Conforme a APIRAC já noticiou na Grau Celsius, o IAPMEI através do programa PRIME apoia intervenções de formação profissional que visem reforçar e adequar as qualificações e competências dos activos existentes às crescentes necessidades das empresas. É possível apresentar uma candidatura apenas à formação, não havendo necessidade da mesma estar associada a uma componente de investimento.

 

Limites

de

 Incentivo 

Lisboa e Vale do Tejo (LVT)

Outras regiões

O regime de candidaturas é contínuo, podendo ser apresentadas via Internet e nos postos de atendimento competentes do PRIME. O financiamento público a conceder assume a forma de incentivo não reembolsável, sendo que as taxas a atribuir não podem ultrapassar os limites no quadro.

 

Podem beneficiar deste tipo de apoio, independentemente da dimensão, as empresas que desenvolvam actividades inseridas nas seguintes CAE (Rev. 2.1):

Formação específica

Formação geral

Formação específica

Formação geral

PME

Trabalhadores desfavorecidos

50%

85%

55%

90%

Outros

40%

75%

45%

80%

Não PME

Trabalhadores desfavorecidos

40%

65%

45%

70%

Outros

30%

55%

35%

60%

 

Indústria - divisões 10 a 37;

Comércio - divisões 50 a 52;

Serviços - divisões 72, 73, 74 e 90, classe 9211 e subclasses 01410, 02012 e 02020;

Transportes - divisões 602, 622, 631, 632 e 634;

Construção - divisão 45;

Energia - divisões 40 e 41.

Saiba mais em www.iapmei.pt.

 


Destaques

Formação Profissional

 

 

 

Cursos a começar em Abril:

Técnico de Manuseamento de Fluidos Frigorigéneos - 35h

Inicio a 29 de Abril - Lisboa - Horário Pós-Laboral

 

Cursos a começar em Maio:

INSCREVA-SE JÁ:

Técnico de Manuseamento de Fluidos Frigorigéneos - 35h

Inicio a 2 de Maio - Porto - Horário Pós-Laboral

Inicio a 3 de Maio - Lisboa - Horário Pós-Laboral

Inicio a 18 de Maio - Lisboa - Horário Pós-Laboral

 

 

Estão abertas as inscrições para os seguintes cursos:

Cursos de Apoio à Credenciação

(Lisboa, Porto, Guimarães, Castelo Branco, Faro)

Carga
Horária

Documentação
TÉCNICO DE MANUSEAMENTO DE FLUIDOS FRIGORIGÉNEOS 35 Horas

Bilhete de Identidade

Nº de Contribuinte

Curriculum Profissional

Declaração das empresas comprovativa dos anos de actividade

Eventuais certificados/diplomas de habilitações

ELECTROMECÂNICA  DE REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO 40 Horas
CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM QAI
(inclui 20H de Electromecânica avançada de refrigeração e ar condicionado)
80 Horas
CURSO COMPLEMENTAR EM QAI
(inclui 20H de Electromecânica básica de refrigeração e ar condicionado)
80 Horas
 

Cursos de Formação Contínua

Carga Horária

Local

Co-Financiado

Curso Técnicas de Refrigeração e Ar Condicionado

180 Horas

Lisboa

Porto

Guimarães

Castelo Branco

Faro

Não

Sim

Sim

Sim

Sim

Curso Básico de Refrigeração e Ar Condicionado

90 Horas

Lisboa

Castelo Branco

Faro

Não

Sim

Sim

Curso Automatismos Industriais

60 Horas

Porto

Guimarães

Sim

Sim

Curso Automação

40 Horas

Porto

Guimarães

Sim

Sim

 

Lisboa: Carla Pereira Simões

Tel:  21 322 42 60

Fax: 21 347 45 76

apirac@netcabo.pt

Porto: Dra. Patrícia Maia

Tel:  96 494 29 32

Fax: 22 208 48 79

apirac_porto@clix.pt

Guimarães: Dra. Maria José

Tel:  253 531 841

Fax: 253 535 578

apirac_guimaraes@clix.pt

 


Tecnologia

Eficiência Energética em Edifícios

 

O sector do AVAC pôde finalmente dar um suspiro de alívio por ver à luz do dia a tão desejada regulamentação relativa à Eficiência Energética dos Sistemas de AVAC instalados em edifícios. 4 de Abril de 2006 é a data, documentos números 79/2006, o RSECE e 80/2006, o RCCTE. Ninguém mais vai poder dizer que em Portugal o Sector está desregulamentado, ninguém mais vai poder dizer “Ah! Eu não sabia!” pois como todos muito bem temos a noção, ninguém pode invocar o desconhecimento da Lei. E os dois Regulamentos atrás referidos são Decretos-Lei!

 

É agora a altura de neles mergulharmos e ver com exactidão o que é que em Portugal foi aprovado pelos especialistas e que a partir de mais 90 dias não se vai poder fugir. É para o nosso bem, acreditam? Confiemos.

 

No sentido de nos começarmos a integrar com mais consistência em toda a problemática vigente neste campo da eficiência energética em edifícios, e ao mesmo tempo, de percebermos como é que o  assunto  é  tratado a nível das instâncias

europeias a que pertencemos, sugiro-vos hoje uma entrada directa no site da União Europeia onde disponibilizam a informação útil de que todos hoje devemos dispor. Encontrarão um pequeno filme em .mpg falado ou legendado em português (até aparecem caras e imagens nossas conhecidas). Não darão o tempo por perdido e ficarão a saber o que é distribuído como informação a todos os nossos parceiros europeus.

 

 

Para abrir o video, clique aqui.

 


Tome nota / Agenda

Datas para pagamento de impostos durante este mês

Não Esquecer

 

17 Abr

Segurança Social

Contribuições relativas ao mês de Março/06

17 Abr

Pessoal

Mapa de férias (data para afixação nos locais de trabalho)

20 Abr IRS / IRC

Retenções efectuadas em Março/06

20 Abr Imposto Selo

Imposto Selo relativo ao mês de Março/06

29 Abr

IMI

Imposto Municipal sobre Imóveis

 


Certames / Eventos

 

III IBERAVACR

Encontro Ibérico de Climatização e Refrigeração das Escolas de Engenharia de Portugal

21 de Abril de 2006 - AUDITÓRIO DA EST SETÚBAL-  Setúbal

 

Escola Superior de Tecnologia de Setúbal

Campus do IPS, Estefanilha

2914-508 Setúbal

Tel.: +351-265 790 000

 

Para mais informações e ficha de inscrição visite: www.est.ips.pt/3iberavacr.

 


 

Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado

 

Congresso Mediterrânico de Climatização

 

Revista Grau Celsius

 

Directório APIRAC

 

Parcerias

 

Instituto para a Qualidade na Formação

 

Programa REDE

 

Instituto Português da Qualidade

 

Instituto dos Mercados

de Obras Públicas e Particulares e do Imobiliário

 

Instituto de Soldadura e Qualidade

 

PT Comunicações, SA