NewsLetter APIRAC - 17 de Setembro de 2007

 

Editorial

Entre o teor de CO (monóxido de carbono), os COV (compostos orgânicos voláteis), o radão (substância radioactiva emitida pelos solos), o ozono, a legionella pneumophila, o amianto (fibra mineral natural extraída de certas rochas), os formaldeídos (gases produzidos através da combustão) há tanto para saber e defender o vulgar cidadão utilizador de QAI – Qualidade do Ar Interior, (somos todos nós!). A QAI toma agora um lugar importante nas nossas vidas, pois passamos mais de 80% do nosso tempo em locais fechados, não só no nosso posto de trabalho como, também, nas nossas casas e até nos nossos próprios automóveis.

 

Uma má QAI provoca todos os anos milhares de infecções, desde oculares, dérmicas e, principalmente, respiratórias, entre outras. Quase todos nós já sofremos de dores de cabeça, irritação nos olhos ou garganta, bem como fadiga excessiva, sintomas que diminuem significativamente quando abandonamos o espaço que lhes deu origem.

Calcula-se que em Portugal tenhamos cerca de 30% de edifícios “doentes” (SED – Síndrome de Edifício Doente).

 

Posto isto, torna-se evidente a importância de uma boa QAI em todos os espaços fechados com ocupação, para garantir melhores condições de conforto, boa eficiência energética e melhoria das condições de trabalho. Será, portanto, indispensável uma boa e regular manutenção de todos os sistemas AVAC. Estejamos pois, atentos!

 

A APIRAC está no processo e tem uma palavra importante a dizer, quer na formação, quer nos exames, através da APIEF,  a APIEF coloca ao seu dispor cursos de QAI, curso complementar de QAI (72 horas) e curso de especialização em QAI (40 horas), com credenciação directa e obrigatória, e cursos para peritos em RSECE-QAI e RSECE-ENERGIA, a começar brevemente.

 

Podem contar com a vossa associação!

 

Sandra Gomes

Assist. Dep. Técnico APIRAC


Notícias

MICRO-GERAÇÃO

Impulso à micro-produção eléctrica

 

Foi aprovado o regime das unidades de micro-produção de energia eléctrica, para promover a adesão dos portugueses à nova figura de produtor/ consumidor.

 

Para o efeito é criado o Sistema de Registo da Micro-Produção (SRM), que constitui uma plataforma electrónica de interacção com os produtores, no qual todo o relacionamento com a administração necessário para exercer a actividade de micro-produtor poderá ser realizado. A partir de agora, qualquer entidade que disponha de um contrato de compra de electricidade em baixa tensão pode transformar-se num micro-produtor.

 

O sistema prevê que a electricidade produzida se destine predominantemente a consumo próprio, sendo o excedente passível de ser entregue a terceiros ou à rede pública, com o limite de 150 kW de potência no caso da entrega ser efectuada à rede pública.

 


PME's

Certificação online do estatuto do PME

 

Conselho de Ministros de 13 de Setembro aprovou a criação da certificação online do estatuto de micro, pequena ou média empresa, visando facilitar a demonstração da sua dimensão, necessária para a sua actividade, designadamente, o acesso aos benefícios específicos criados pelo Estado para este ripo de empresas. Para isto, as empresas devem preencher um formulário electrónico no site do IAPMEI, sendo automática e imediatamente certificadas pelo prazo de um ano. Através deste processo rigoroso, rápido e transparente - previsto no Simplex 2007 -, assegura-se que apenas as PME possam ser beneficiárias dos apoios a elas destinados.

 


CRIME E TERRORISMO

Comunicações electrónicas guardadas durante um ano

 

As empresas de serviços de comunicações electrónicas desde o passado dia 6 de Setembro, passam a ter que conservar, pelo período de um ano, dados de tráfego e de localização de comunicações, bem como os outros dados necessários para identificar assinantes ou utilizadores, tais como a fonte da comunicação, data, hora e duração da chamada ou localização do equipamento utilizado.

 

O intuito desta nova proposta de Lei visa combater o crime e o terrorismo com maior eficácia, e estes mesmos dados não podem ser utilizados para outros fins. Estes crimes considerados graves são previstos no código de processo penal que permitem a intercepção e gravação de comunicações.

 


Destaques

APIEF - O NOSSO CENTRO DE FORMAÇÃO

Que formação necessita para 2008?

 

Os primeiros estabelecimentos de ensino de que existe registo foram fundados por Platão em 387 a.C. e por Aristóteles em 385 a.C. ambos em Atenas.

 

A escola de Platão chamou-se Academia, porque estava situada na propriedade de um Grego lendário chamado Academus. A segunda, a de Aristóteles, foi chamada de Liceu porque a casa que ocupava, fora dedicada a Apolo Liceu, Deus dos pastores.

 

Sem possuir esta "História", a APIEF - Centro de Formação Profissional para a Indústria Térmica, Energia e Ambiente - herdou responsabilidades a nível formativo das associações que estiveram na sua génese e que são a sua raiz: APIRAC, EFRIARC e APIEE - pretende, também, ter lugar em Portugal na história da formação profissional dos sectores que representa.

 

Sabemos que as actividades de formação profissional são fundamentais para melhorar a competitividade e o sucesso quer a nível organizacional quer individual.

 

Portugal tem sido a única nação da União Europeia em que o investimento em capital humano não gerou aumentos na produtividade, isto deve-se ao facto de termos feito pouco investimento na aprendizagem ao longo da vida, e pensado que a formação de um português começava aos 6 e terminava aos 23 anos de idade. Hoje sentimos que a aposta na faixa etária dos 25 aos 65 anos é a única forma de, no curto prazo, permitir que o investimento gere efeitos de crescimento na produtividade.

 

Neste sentido e mediante o diagnóstico de necessidades de formação que esperamos que todos os associados nos transmitam em Outubro, iremos elaborar um Plano de Formação para 2008 de acordo com o melhor para os sectores representados.

 

Apesar de, concerteza, apenas uma modesta contribuição, a APIEF empenhar-se-á em criar um ambiente onde se sinta que hoje temos de aprender durante toda a vida e de aprender para além do que nos ensinaram.


Formação Profissional

 

NOTA: As datas são consideradas definitivas quando o nr. de formandos por turma atingir o limite  mínimo necessário.

 

Documentação necessária a apresentar na Inscrição:

 

• Bilhete de Identidade;

• Nº de Contribuinte;

• Curriculum Profissional;

• Declaração das empresas comprovativa dos anos de actividade e eventuais certificados/diplomas  ede habilitações

 

Lisboa: Isabel Fonseca

Tel:  21 322 42 60

Telm: 964 942 931

Fax: 21 347 45 76

formacao@apirac.pt

Porto: Dra. Patrícia Maia

Tel:  22 208 88 37

Telm: 96 494 29 32

Fax: 22 208 48 79

apirac_porto@clix.pt

Guimarães: Dra. Maria José

Tel:  253 554 288

Telm: 96 744 68 60

Fax: 253 554 135

apirac_guimaraes@clix.pt

 


Tecnologia

 DIRCalcTM para dimensionamento de tubagens

 

Mundialmente conhecida, desde a sua fundação, em 1933 que a grande empresa dinamarquesa Danfoss é uma referência incontornável para os técnicos dos sectores do AVAC&R também em Portugal.

 

Numa das últimas visitas que fizemos ao seu site encontrámos a nova versão do software de cálculo de tubagens para frio e ar condicionado, o DIRCalc – Versão1.14, desde há uns tempos disponível para importação e instalação completamente livre e sem quaisquer exigências.

 

 

 

Longe o tempo dos belos ábacos da Danfoss de cálculo manual dos diâmetros das tubagens para os 4 fluidos da época, R12, R22, R502 e R717, com tubagem em cobre e em aço, com as perdas de cargas e as correcções a introduzir após a contagem das singularidades…

 

Agora é só introduzir os dados de funcionamento, temperaturas, potências em jogo, seleccionar o material e a velocidade de escoamento adequada para aquela tubagem, introduzir os órgãos necessários e instantaneamente surgem os dimensionamentos. E qualquer alteração volta a dar-nos a imediata correcção.

 

Para obter o programa e instalá-lo no seu computador há duas opções, instalar o programa DirCalc automaticamente no PC, utilizando o link DIRcalc114.exe, seleccionar "Abrir" e seguir as instruções que vão aparecendo. Caso o seu computador esteja protegido por anti-vírus descarregar o programa DIRcalc114.zip para o disco e daí então instalá-lo.

 

Admitindo que é a versão portuguesa que lhe interessa, pode entrar por aqui:


Tome nota / Agenda

Datas para pagamento de impostos durante este mês

Não Esquecer

 

10 Set

IVA

Declaração periódica mensal referente ao mês de Julho/06

17 Set

Segurança Social

Contribuições relativas ao mês de Agosto/06

20 Set

IRS/IRC

Retenções efectuadas em Agosto/06

20 Set

Imposto Selo

Imsposto Selo relativo ao mês de Agosto/06

28 Set

IMI

Pagamento da 2ª prestação do Imposto Municipal sobre Imóveis.

28 Set

IRC

Pagamento por conta

 


Legislação

Energia

 

Lei n.º 57/2007, de 31 de Agosto – Autoriza o Governo a aprovar o regime jurídico de acesso e exercício das actividades de produção de energia eléctrica a partir da energia das ondas.

 

DL n.º 288/2007, de 17 de Agosto – Concede aos requerentes de autorizações ou licenciamentos de instalações industriais, de instalações do Sistema Eléctrico Nacional, do Sistema Nacional de Gás Natural e do Sistema Petrolífero Nacional, a possibilidade de instruírem desde logo respectivos pedidos com os pareceres obrigatórios.

 

Port. n.º 835/2007, de 7 de Agosto – Fixa o montante da taxa correspondente ao registo dos certificados na Agência para a Energia (ADENE), entidade gestora do Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCN).

 

Açores - Gestão de resíduos

 

Dec. Leg. Reg. N.º 20/2007/A, de 23 de Agosto – Define o quadro jurídico para a regulação e gestão dos resíduos na Região Autónoma dos Açores e transpõe a Directiva n.º 2006/12/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 5 de Abril, e a Directiva n.º 91/686/CEE, do Conselho, de 12 de Dezembro, que codificam a regulamentação comunitária em matéria de resíduos.

 


Certames / Eventos

A GESTÃO DE RESÍDUOS  URBANOS NA EUROPA

Porto - Palácio Hotel

24-26 de Outubro, 2007

 

 

A Europa vem ao Porto. Para comemorar o seu 25º aniversário, a LIPOR, em parceria com a ACR+ - Associação das Cidades Europeias para a Reciclagem – vai convidar os 27 Estados-Membros da União Europeia para debaterem a gestão de resíduos sólidos urbanos (RSU) na Europa, durante os dias de 24,25 e 26 de Outubro de 2007.

 

Contactos:

Rita Rebelo
Tel. 229 770 100
Fax. 229 756 038

rita.rebelo@lipor.pt
http://liporeuropeanconference.com/

 


MACOLIS COM NOVAS INSTALAÇÕES

Inauguração

22 de Setembro, 2007

 

A Macolis, empresa especializada em soluções de climatização, já está a funcionar nas suas novas instalações em Coimbra. Situadas no Edifício Triângulo, na Relvinha, viradas para o IC2, as instalações com uma área total de 2 mil metros quadrados deverão ser inauguradas a 22 de Setembro.

 

Com esta mudança, a empresa com sede em Leiria espera incrementar a sua actividade na região, melhorando substancialmente o atendimento que é sempre prestado por técnicos especializados.     

 

Contactos:

http://www.macolis.pt/

   

Publicidade

Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado

 

Congresso Mediterrânico de Climatização

 

Revista Grau Celsius

 

Directório APIRAC

 

Parcerias

 

Direcção Geral de

Energia e Geologia

 

Agência Portuguesa

para o  Ambiente

 

Agência para a Energia

 

Instituto para a Qualidade na Formação

 

Programa REDE

 

Instituto Português da Qualidade

 

Instituto da Construção e do Imobiliário

 

Universidade do Algarve

 

Associação Portuguesa dos Engenheiros de Frio Industrial e Ar Condicionado

 

Associação Portuguesa dos Industriais de Engenharia Energética