Apirac Serviços Notícias Associado Newsletter Directório Fórum Destaques  
Arquivo 2005
 
 
EFICIÊNCIA ENERGÉTICA - Novos RSECE e RCCTE
 


Finalmente, o Conselho de Ministros, na sua reunião de 27-01-2005, aprovou o Decreto-Lei que aprova o Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios e transpõe para a ordem jurídica interna a Directiva n.º 2002/91/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 16 de Dezembro de 2002, relativa ao desempenho energético dos edifícios.

Esta actividade de certificação, juntamente com as também aprovadas revisões do RSECE - Regulamento dos Sistemas Energéticos de Climatização dos Edifícios – e RCCTE  - Regulamento das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios -, na elaboração dos quais a APIRAC teve uma colaboração activa e aos quais dedicou uma grande parte da sua actividade nos últimos anos, contempla velhas aspirações do nosso Sector de Actividade, nomeadamente a credenciação de empresas e dos técnicos de AVAC e, bem assim, o  reconhecimento da importância da nossa actividade face ao sector da construção.

Por outro lado, ficam abertas novas oportunidades de mercado no que respeita à obrigatoriadade da manutenção dos sistemas, do tratamento da qualidade do ar interior em edifícios, e do incremento da instalação de sistemas de aproveitamento de energia  solar para aquecimento de águas sanitárias.

As inspecções energéticas e de qualidade do ar interior irão criar centenas de novos postos de trabalho nos anos mais próximos, enfim, uma pequena revolução no Sector de AVAC.

Após a promulgação dos Decretos pelo Senhor Presidente da República, que esperamos seja para breve, estarão criadas as condições para a consolidação técnico-financeira das empresas instaladoras de AVAC. Agora é necessário que as empresas saibam aproveitar esta oportunidade, reorganizando a sua actividade, procedendo à sua credenciação e à dos seus técnicos.

A APIRAC, irá efectuar diversas acções de esclarecimento junto das empresas, associadas ou não, para que os empresários do nosso Sector fiquem esclarecidos sobre o conteúdo dos Decretos-Lei, apoiando atempadamente as suas empresas para um novo ciclo que se avizinha, assim como, preparar a formação adequada para a credenciação dos técnicos de AVAC.