Apirac Serviços Notícias Associado Newsletter Directório Fórum Destaques  
Arquivo 2006
Arquivo 2005
 
 

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

 

 

Portugal não cumpre meta do PNAE

Portugal não cumpriu a meta estabelecida no Plano Nacional de Acção para Eficiência Energética (PNAEE) de reduzir o consumo energético em cerca de 1% anualmente. Em 2008, o País só conseguiu poupar 119 mil tep, ficando abaixo dos 160 mil tep que a meta exige.
 
Segundo Alexandre Fernandes, Director-Geral da Adene – Agência para a Energia, entidade que coordena o PNAEE, «A eficiência energética não é linear. Há vários factores que interferem na entrada em vigor das medidas enunciadas num plano desta índole. Até porque se uma medida ainda não está em vigor acaba por ser compensada por outra».

Entre as medidas que menos contribuíram estão os programas afectos à mobilidade urbana e ao Estado. No sector dos transportes, os programas mobilidade urbana e sistema de eficiência energética para os transportes.

Do lado comportamental, está previsto o Programa "Mais". Este prevê, por exemplo, o lançamento do Prémio Mais Eficiência para empresas, edifícios, escolas, entre outras; e a criação do selo ou credenciação Mais Eficiência Energética para identificar boas práticas nas vertentes casa, autarquia, empresa, escola e equipamentos.


Fonte: Portal do Ambiente