Apirac Serviços Notícias Associado Newsletter Directório Fórum Destaques  
Arquivo 2009
Arquivo 2008
Arquivo 2007
Arquivo 2006
Arquivo 2005
 
 

PREÇOS DOS CTT AUMENTARAM EM MÉDIA 2,9%

 

 

O selo do Correio Normal, até 20 gramas normalizado, passa a custar 36 cêntimos.

Os preços dos serviços dos CTT vão aumentar, em média, 2,9% a partir desta segunda-feira, sendo esta a primeira actualização das tarifas desde 2010.

Por exemplo, o preço do selo do Correio Azul, até 20 gramas no formato normalizado, passa dos 47 para os 50 cêntimos, ao passo que o selo do Correio Normal, até 20 gramas normalizado, passa dos 32 para os 36 cêntimos.

Os registos Simples sobem de 1,62 para 1,70 euros, enquanto os aumentos no Correio Verde oscilam entre cinco e 15 cêntimos.

“A actualização traduz-se num aumento médio anual de 2,9% (dado que o tarifário se aplica apenas a nove meses de 2013, equivalente a uma variação de 3,7%, em termos pontuais), sendo esta a primeira mexida nos preços dos CTT desde 2010”, explicaram os CTT - Correios de Portugal, em Fevereiro, quando a decisão foi conhecida.

Segundo a empresa, “esta variação é bastante inferior à inflação verificada nos últimos três anos (cerca de 7%), sendo os preços dos serviços postais os que menos subiram na última década no universo das utilities [empresas de serviços básicos] e transportes”.

“Tendo em conta que o consumo de produtos de correio é, na sua maioria (mais de 95%) efectuado pelas empresas, a actualização tem um impacto negligenciável na economia das famílias, uma vez que o gasto médio anual em selos das famílias portuguesas ronda os três euros”, consideraram os CTT.
Os Correios adiantaram ainda que os expedidores nacionais de correio passam a beneficiar de uma diferenciação do preço por zonas, sendo que “com esta oferta, muito flexível, os Correios terão sempre a solução mais adequada a cada um dos seus clientes”.

Os CTT são uma das empresas a ser privatizada, estão presentes em Espanha e Moçambique, e empregam 12.956 pessoas

Fonte: Público