Apirac Serviços Notícias Associado Newsletter Directório Fórum Destaques  
Arquivo 2009
Arquivo 2008
Arquivo 2007
Arquivo 2006
Arquivo 2005
 
 

QUEM FAZ 65 ANOS ESTE ANO, MAS SE REFOME EM 2014, VAI TER UM CORTE DE 5,42%

02/12/2013

 

 

As pessoas que completarem 65 anos até 31 de dezembro não vão ser abrangidas pelas alterações no acesso à reforma propostas pelo Governo, mesmo que só mais tarde avancem com o seu pedido de pensão. Mas se o fizerem em 2014 deverão contar com um corte de 5,42% no valor de pensão e não com o valor de 4,78% agora em vigor. Anular esta diferença é possível, trabalhando mais um mês.

 

 


Para a generalidade das pessoas, a partir de 2014 a idade de acesso à reforma passará a estar sempre dependente do fator de sustentabilidade. A isto vai somar-se um agravamento do fator de sustentabilidade que corta a pensão em cerca de 1% ao mês, sendo por isso necessário trabalhar mais 12 meses além dos 65 anos para o anular.

Estas regras gerais não se aplicam, contudo, aos que ainda este ano fizerem os 65 anos. Para estes, mantém-se válida a atual fórmula de cálculo do fator de sustentabilidade (que tem por referência o ano de 2006). Mas o diploma que o Governo enviou aos parceiros sociais  - e que hoje estará em cima da mesa da Concertação Social - estipula que a estes beneficiários será “aplicável (...) o fator de sustentabilidade do ano do início da pensão”. E o peso desse fator será em 2014 de 5,43%, tendo por base os 18,97 anos de sobrevida além dos 65 anos em 2013, segundo as projeções do Instituto Nacional de Estatística  divulgadas sexta-feira.


Saiba tudo aqui

Fonte: Dinheiro Vivo