Apirac Serviços Notícias Associado Newsletter Directório Fórum Destaques  
Arquivo 2009
Arquivo 2008
Arquivo 2007
Arquivo 2006
Arquivo 2005
 
 

IRS: ENTREGA PELA NET JÁ ARRANCOU

 

 

A partir de 1 de Abril, os contribuintes que em 2012 tiveram rendimentos exclusivamente gerados por trabalho dependente ou por pensões, podem começar a entregar a sua declaração de IRS pela Internet. Os das restantes categorias (trabalho independente, rendas, actos únicos) também poderão avançar para o acerto de contas anual, mas em papel.

Terminado o prazo para os trabalhadores dependentes e pensionistas entregarem a declaração de IRS em papel (Março é o mês em que isso é possível), arranca agora, no início de Abril, a época para o acerto de contas dos que pretendem faze-lo por via electrónica.

Abril é também o mês para os que em 2012 tiveram outros rendimentos que não os de trabalho dependente e de pensões, mas para as entregas em papel. Se quiserem faze-lo pela Internet, terão o mês de Maio para isso.

Ao longos dos últimos anos, tem aumentado o número de contribuintes que opta por acertar as suas contas do IRS com o fisco por via electrónica. Em 2012, foram 2,97 milhões as pessoas da 1ª Fase que usaram a Internet, enquanto na 2ª Fase se contaram 1,49 milhões.

Desta vez, o acerto de contas anual deverá resultar num reembolso mais pequeno do que o recebido em anos anteriores porque os agregados cujos rendimentos colectáveis ultrapassem os 7.410 euros anuais, vão ter um limite global no conjunto de deduções que até aqui operavam sozinhas.

Ou seja, por mais facturas que se juntem relacionadas com saúde ou educação e ainda o empréstimo da casa, não será possível abater ao IRS mais do que um máximo de 1250 euros - e esta é a versão mais generosa, já que o teto máximo possível baixa para os 1100 euros se o rendimento anual se situar entre os 61 mil e os 66 mil euros. Em todos os limites o fisco concede uma majoração de 10% por cada dependente.

Fonte: Dinheiro Vivo