Apirac Serviços Notícias Associado Newsletter Directório Fórum Destaques  
Arquivo 2009
Arquivo 2008
Arquivo 2007
Arquivo 2006
Arquivo 2005
 
 

 

DÉFICE PORTUGUÊS DE 2013 FICOU NOS 4,9%

01/04/2014

 

 

Portugal registou um défice orçamental de 4,9% em 2013, um valor abaixo dos 5,5% acordados com a troika.

Este valor inclui a receita extraordinária obtida com o perdão a dívidas do fisco e da Segurança Social, que atingiu os 1.280 milhões, operação lançada no final de 2013 pelo Governo.

Sem a operação de amnistia fiscal, o défice nacional alcançaria os 5,7%, ultrapassando assim a meta da troika.

Por outro lado, o défice de 2013 também inclui o efeito Banif, ou seja, os 700 milhões de euros injectados no banco liderado por Jorge Tomé, o que penalizou o défice em 0,4%.

Este défice fica abaixo do estimado pelo executivo de Pedro Passos Coelho, que previa um défice de 5,5%, conforme acordado com a troika. Em 2012, o défice foi de 6,4%, com o valor a cair 1,5% no espaço de apenas 12 meses.

Fonte: Dinheiro Vivo