Apirac Serviços Notícias Associado Newsletter Directório ONS APIRAC Destaques  
   
 
 
   
 

De acordo com a lei, todos os equipamentos que contêm gases fluorados só podem ser manuseados e instalados por profissionais certificados que tenham contrato de trabalho com empresa de instalação certificada.

Esta obrigação, que tem sido violada com bastante frequência, deriva do Regulamento Europeu (UE) 517/2014, sobre os Gases Fluorados, dado o seu potencial de aquecimento global (GWP). O cumprimento desta norma é muito importante para garantir a rastreabilidade de gases fluorados, muitos deles altamente poluentes (já que assim se encontram categorizados).

O Decreto-Lei n.º 145/2017 concretiza as obrigações para os comercializadores desses equipamentos para garantir o cumprimento do Regulamento. Entre as obrigações mais importantes para as empresas que se coloquem, independentemente da posição na cadeia de negócio, na condição de vendedoras de equipamentos de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor pré-carregados com gases fluorados, não hermeticamente fechado (art.º 7) aquela que estabelece que o comerciante deve informar o comprador de que a instalação só pode ser realizada por uma empresa certificada (tanto o vendedor como o comprador devem assinar um documento nesse reconhecimento).

O comprador deve enviar o documento assinado pelo instalador certificado que fez a instalação e pelo comprador, com os dados do equipamento e os números de registo do instalador certificado. O vendedor tem de manter os registos durante cinco anos para possíveis inspeções pela fiscalização (APA e/ ou ASAE).

O não cumprimento destas obrigações por parte do comprador ou comercializador está sujeito ao regime de sanções previstos na lei (crimes ambientalmente graves e crimes ambientalmente muito graves), que estabelece multas até 30.000 €.

Lembramos que a Tutela tem acesso às listagens de empresas e técnicos certificados ativos (existem certificações em condição de suspensão).

A APA disponibiliza no seu portal na internet sugestões de modelos a aplicar. A partir desses modelos a APIRAC especializou dois documentos que propõe às empresas para aplicação, com objetivo de uniformização no mercado.

   

 

    Nuno Roque
Secretário Geral da APIRAC
   
     
   

Votação da Norma IEC 60335-2-89

    O aumento da carga de fluidos inflamáveis nos sistemas frigoríficos de utilização profissional e comercial para (aprox.) 500 g
     
 

A votação realizada no passado dia 16 Abril em Genève, na sede do IEC – Comissão Eletrotécnica Internacional, teve resultado negativo, em relação às pretendidas alterações propostas para permissão de utilização de (aprox.) 500 g de fluidos frigorigéneos inflamáveis em sistemas e circuitos frigoríficos, por uma margem de 0,7% no conjunto total dos votos.  Em termos práticos, a votação resultou negativa por apenas 1 voto, não tendo assim, sido possível atingir-se os 75% de aprovação necessários.

O passo seguinte será a realização de nova reunião ainda neste mês de maio, em conjunto com todos os grupos de trabalho da Comissão Técnica IEC/TC 61, que acompanha os desenvolvimentos relativos à Norma IEC 60335-2-89.

Uma hipótese que poderá ser validada nessa reunião, já que a Norma não obteve aprovação, poderá ser a criação de um documento (TS) Especificação Técnica, com praticamente tudo o que a norma pretende integrar, cabendo depois, a cada Estado Membro, adotá-la, ficando liberdade para cada país, de definir as restrições/limites de carga que entender (os 150g, os 500g, ou até adotar os limites impostos na EN 378).

     
   
   

ZANOTTI constitui-se patrocinador da formação APIEF

     
 

Considerando que a APIRAC possui os seus organismos de formação (APIEF) e de certificação de técnicos em F-Gases (CENTERME), lançámos o repto à ZANOTTI em beneficiar de janelas de oportunidade que aqui se podem criar, constituindo-se como patrocinador no fornecimento de equipamentos de refrigeração, destinados às necessidades da nossa organização.

Foi, pois, com enorme satisfação que a Zanotti Appliance, SL, subsidiária da Zanotti Spa, a título de cortesia, doou uma Unidade GM (Monobloco de Mochila) de um Compressor, modelo MGM1101031Y, a R290. Constitui objetivo desta doação que a APIEF integre o equipamento entre as aplicações didáticas ao dispor das ações de formação e dos formandos. Pelo nosso lado, é compromisso da APIEF dar formação nas nossas instalações com um equipamento testado e desenhado com a norma Euro Design.



Mais uma vez, o nosso muito obrigado à ZANOTTI, e ao Eng. Hugo Espada. Procuraremos dar-lhe bom uso!

Legenda: Na imagem o Eng.º Oliveira Pereira, Diretor do CENTERM, com o equipamento doado pela ZANOTTI.

     
   
   

Novo guia para referenciar normas em contratos públicos na Europa

     
 

O Guia foi elaborado com inspiração reunida de guias semelhantes publicados na Espanha e na Dinamarca em 2017.

Foi desenvolvido no quadro da Iniciativa Conjunta sobre a normalização, no âmbito da ação 11 da JIS, «Projecto-piloto sobre o aumento da utilização das normas nos contratos públicos, para melhorar a aplicação das diretivas relativas aos contratos públicos», sob a liderança do Instituto Sueco de Normas (SIS) e financiada pela Comissão Europeia.

Este guia destina-se a ser utilizado a nível nacional. A sua utilização efetiva nos próximos meses servirá como um período de teste e gerará dados e feedback para a sua melhoria e validação, tendo em vista a sua possível adoção formal futura como Guia CEN.

Obtenham mais informação junto dos serviços da APIRAC.

     
   
   

Contrato-Geração

   

Nova medida de incentivo à contração de jovens e desempregados de longa duração

     
 

Com a publicação da Portaria n.º 112-A/2019, de 12 de abril, que aprova a medida Contrato-Geração, pretende-se incentivar a contratação sem termo e em simultâneo de jovens e desempregados de longa duração que se encontrem inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional.

A medida Contrato-Geração permite a combinação do apoio financeiro atribuído pelo IEFP pela celebração do contrato de trabalho, com o acesso ao regime de dispensa parcial ou isenção total do pagamento de contribuições para o regime geral de segurança social, na parte relativa à entidade empregadora.

A abertura do período de candidatura ao apoio financeiro decorre entre as 9h00 do dia 15 de abril e as 18h00 do dia 20 de julho de 2019, nos termos do aviso de abertura divulgado neste Portal, juntamente com o respetivo regulamento.

As candidaturas ao apoio financeiro atribuído pelo IEFP, são precedidas da apresentação do requerimento para atribuição de dispensa parcial ou isenção do pagamento de contribuições no portal da Segurança Social Direta, e sujeitas à aplicação de critérios de análise que constam na matriz definida no regulamento da medida para efeitos de pontuação mínima a atingir e serão aprovadas até ao limite da dotação orçamental estabelecida.

Saiba mais em www.iefp.pt
Fonte: IEFP

   
 
   

Indicadores Económicos

     
 

Índice de Produção Industrial registou variação homóloga de -7,6% - março de 2019

O índice de produção industrial apresentou uma variação homóloga de -7,6%, em março (-2,1% em fevereiro). Esta redução refletiu, em grande parte, a variação muito negativa do índice respeitante ao agrupamento Energia, que atingiu -29,2% (-15,6% no mês anterior). 

A secção das Indústrias Transformadoras registou uma variação homóloga de -1,9% (0,4% no mês anterior). No 1º trimestre de 2019, o índice agregado diminuiu 4,1% face ao trimestre homólogo (no trimestre anterior, esta variação tinha sido -1,3%).

Vendas no Comércio a Retalho desaceleraram para 4,2% - março de 2019

O Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho registou uma variação homóloga de 4,2% em março (4,9% no mês anterior). Os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas ajustadas de efeitos de calendário, apresentaram crescimentos homólogos de 2,3%, 2,0% e 1,2%, respetivamente (2,3%, 3,7% e 1,3% em fevereiro, pela mesma ordem). 

No 1.º trimestre de 2019, as vendas no comércio a retalho subiram 4,9% em termos homólogos (5,0% no 4.º trimestre de 2018).

Taxa de variação homóloga do IPC estimada em 0,8% - abril de 2019

Tendo por base a informação apurada até à data do presente destaque, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá sido 0,8% em abril de 2019 (valor idêntico ao apurado em março). A variação homóloga estimada do indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) situou-se em 0,8% (0,7% no mês anterior). A taxa de variação homóloga do índice relativo aos produtos energéticos terá diminuído de 1,3% em março para 1,0% em abril.

A variação mensal do IPC terá sido 0,6% (em março, o valor apurado foi 1,8% e em abril de 2018 tinha sido 0,7%), estimando-se uma variação média nos últimos doze meses de 1,0%, valor idêntico ao registado no mês precedente. 

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português terá registado uma variação homóloga de 0,9% (o valor observado em março foi 0,8%). 

Os dados definitivos referentes ao IPC do mês de abril serão publicados no próximo dia 13 de maio.

A taxa de desemprego de fevereiro situou-se em 6,5% - março de 2019

Em fevereiro de 2019, a taxa de desemprego situou-se em 6,5%, valor inferior em 0,1 pontos percentuais (p.p.) ao do mês anterior, em 0,2 p.p. ao de três meses antes e em 1,1 p.p. ao do mesmo mês de 2018. Aquele valor representa uma revisão em alta de 0,2 p.p. da estimativa provisória divulgada há um mês.

Comparando com o mês precedente, a população desempregada diminuiu 1,5% (5,2 mil pessoas) e a população empregada manteve-se praticamente inalterada.

A estimativa provisória da taxa de desemprego de março de 2019 é 6,4%, tendo diminuído 0,1 p.p. em relação ao mês anterior.

Viagens turísticas dos residentes aceleraram no 4º trimestre para +6,3%, tendo aumentado 4,2% no ano de 2018 - 4.º Trimestre de 2018

No 4º trimestre de 2018, os residentes em Portugal realizaram 5,1 milhões de viagens, correspondendo a um crescimento de 6,3% (+0,1% no 3ºT e +2,1% no 2ºT). As viagens com destinos nacionais aumentaram 3,6% (+0,3% no 3ºT), representando 87,8% das viagens totais, e as deslocações internacionais cresceram 30,8% (-1,3% no 3ºT), tendo assim aumentado a sua representatividade em 2,3 p.p. (12,2% do total). 

A “visita a familiares ou amigos” foi a principal motivação para viajar e resultou em 2,5 milhões de viagens, com redução de 4,1% (-5,3 p.p. na sua representatividade, que foi 49,3% do total). O motivo “lazer, recreio ou férias” correspondeu a 1,8 milhões de viagens (+14,9%), tendo representado 35,9% do total (+2,7 p.p.). 

Os “hotéis e similares” asseguraram 21,9% do total de dormidas no 4º trimestre, reforçando a sua expressão em 6,3 p.p. O “alojamento particular gratuito”, embora se tenha mantido como a principal opção de alojamento (70,5% das dormidas), perdeu peso no total (-9,2 p.p.). 

No conjunto do ano de 2018 as viagens realizadas pelos residentes aumentaram 4,2% (+5,0% em 2017), para um total de 22,1 milhões. As viagens nacionais aumentaram 3,2% e as viagens ao estrangeiro cresceram 13,3% (+4,1% e +13,1%, respetivamente em 2017).

Natalidade aumentou, mas saldo natural manteve-se negativo - 2018

Em 2018, nasceram com vida 87 020 crianças de mães residentes em Portugal. Este valor traduz um acréscimo de 1,0% (+866 crianças) relativamente ao ano anterior. Do total de nados-vivos, 55,9% nasceram “fora do casamento”, isto é, eram filhos de pais não casados entre si.

O total de óbitos de pessoas residentes em território nacional foi 113 000, representando um aumento de 3,0% (+3 242 óbitos) comparativamente a 2017. Do total de óbitos, 56 694 foram de homens e 56 306 de mulheres; 85,5% dos óbitos respeitaram a pessoas com 65 e mais anos de idade.

Portugal teve, assim, pelo décimo ano consecutivo, um saldo natural negativo (-25 980).

Verificaram-se 281 óbitos de crianças com menos de 1 ano (+52 que os registados em 2017), próximo do valor registado em 2016.

Celebraram-se 34 637 casamentos, mais 3,0% que no ano anterior (+1 003 casamentos). Em mais de metade dos casamentos (59,8%) os nubentes possuíam residência anterior comum. 67,1% dos casamentos entre pessoas do sexo oposto celebraram-se apenas civilmente e 32,5% pela forma católica.

     
    Fonte: INE

   
   

APOIO À CERTIFICAÇÃO DE EMPRESAS - APIRAC no terreno

     
   

Continuação dos apoios personalizados às empresas em processo de certificação, mantendo a taxa de aprovação nos 100%.

     
    SEQUENCIFORMA Unipessoal, Lda
   

 

 

Apoio do Departamento Técnico da APIRAC no dia 22 de março, à empresa Associada SEQUENCIFORMA, recentemente sediada na Rua Hernâni Cidade - Venda Nova na Amadora.

Na visita ao Associado o Sr. Carlos Valério, técnico certificado e responsável da empresa, foi muito prestável na disponibilização de toda a documentação da empresa, assim como, na resolução de aspetos e pormenores técnicos constatados pelo Eng. Dias Caetano aquando a verificação dos equipamentos.

Naturalmente, após este apoio da APIRAC, no dia 6 de abril a SEQUENCIFORMA não teve qualquer dificuldade em cumprir todos os requisitos da Especificação Técnica da entidade certificadora, CERTIF, terminando com sucesso o processo de certificação para a prestação de serviços em equipamentos com gases fluorados com efeito de estufa.

Congratulamos a empresa por alcançarem este marco importante para o seu futuro.

   
    I.M.V. Lameira, Unipessoal, Lda
   

 

 

A APIRAC vai onde for preciso, desta feita, no dia 27 de março, o Departamento Técnico realizou o apoio personalizado à empresa Associada I.M.V. Lameira, na vila alentejana de Borba.

A Sr.ª Isaurinda Lameira viu na APIRAC o apoio necessário para a organização do processo de certificação da empresa, e, desde o primeiro dia que nos contactou, fez questão de acompanhar de perto todo o desenrolar do processo. Tanto na resolução de situações técnicas e burocráticas, como no esclarecimento de dúvidas, sempre com o apoio e orientação dos Departamentos Técnico e de Alvarás da APIRAC.

Os Eng.os Dias Caetano e Ruben Martins foram muito bem recebidos, num ambiente familiar onde a boa disposição e profissionalismo distinguiu o trabalho desenvolvido.

No dia 9 de abril a empresa foi sujeita à auditoria de certificação, por parte da CERTIF, na qual alcançaram a desejada certificação. Objetivo fundamental para os compromissos que tinham em standby com clientes.

Assim, felicitamos e congratulamos a empresa I.M.V. Lameira, desejando os maiores sucessos no futuro.

   
    TOP KRAFT - IMMOBILIEN, LDA
   

 

 

Dia 10 de abril, a APIRAC volta a sair para o terreno agora na zona do Lumiar.

Apoio personalizado à empresa TOP KRAFT, onde a Sr.ª Vanessa Vitor, prestavelmente, contribuiu connosco na troca de documentação e informação, de forma que, a nossa visita correu muito bem.

Após a organização e revisão do processo por parte do Departamento Técnico da APIRAC, a TOP KRAFT solicitou a auditoria de certificação da CERTIF, a qual teve lugar no dia 22 de abril.

Data em que a empresa nos remeteu o seguinte comentário:

Exmos. Senhores,

Vimos pelo presente agradecer toda a ajuda e prontidão que tiveram neste processo de certificação da nossa empresa.

É com muito gosto e agrado que informamos que a empresa já se encontra certificada nos gases fluorados e tal teria sido mais complexo sem a ajuda da APIRAC, mais concretamente, sem a ajuda e apoio do Exmo. Sr. Eng.º Rúben Martins e do Exmo. Sr. Eng.º Dias Caetano.

   
    OBRITEC Construções Técnicas, Lda
   

 

 

Apoio à distância da empresa OBRITEC de Vale da Pedra, concelho do Cartaxo. Mesmo sem deslocação a APIRAC chega a todos os lados.

No decorrer deste apoio, o Departamento Técnico da APIRAC preencheu e forneceu a documentação necessária para a empresa organizar o dossier de certificação. O Sr. Carlos Ribeiro, técnico e gerente da empresa, com o apoio do filho Rui Ribeiro, procederam à criação do dossier com toda a documentação exigida na Especificação Técnica da CERTIF, organização e etiquetagem dos equipamentos, assim como, à colocação dos rótulos nos vasilhames de fluido.

 

   
     
   

CERTIFICAÇÃO CENTERM DE TÉCNICO BOMBAS DE CALOR – CATEGORIA 2

     
     
 

Enquadrado com a DIRETIVA (UE) 2018/2001 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO, de 11 de dezembro de 2018, relativa à promoção da utilização de energia de fontes renováveis, o CENTERM lançou uma certificação para Técnico de Bombas de Calor, Categoria 2 (Montagem de unidades compactas).

Para o efeito, foi desenhada parceria com a APIEF, criando-se um itinerário integrado de formação que culmina com a certificação, esperando-se que no final da ação os formandos estejam aptos a:

  • Selecionar, associar e instalar bombas de calor compactas;
  • Preparar para exame de certificação CENTERM de Técnico de Bombas de Calor CATEGORIA 2;
  • Preparar para exame de certificação CENTERM em manuseamento de Gases Fluorados CATEGORIA 4;
  • Preparar para a 2ª Fase da Certificação CENTERM (Técnico de Bombas de Calor Categoria 1) e Certificação Europeia.
  • São destinatários do projeto os seguintes:
  • Técnicos instaladores de Aquecimento e/ou Bombas de Calor compactas e outros interessados no funcionamento das Bombas de Calor;
  • Técnicos que pretendam a certificação de Técnico de Bombas de Calor CATEGORIA 2 no CENTERM;
  • Técnicos que pretendam a certificação Gases Fluorados CATEGORIA 4 no CENTERM;
  • Técnicos que pretendam a Certificação CENTERM Categoria 1, e Certificação Europeia de Técnico Instalador de Bombas de Calor.

O CENTERM apresenta assim ao mercado uma nova certificação com a sua chancela, que responderá às empresas como critério de responsabilidade técnica para ingressos e revalidações em sede de alvará para canalizações, até à classe 2 (1.ª Categoria — Edifícios e património construído, 8.ª Subcategoria— Canalizações e condutas em edifícios).

     
   
   

NOVOS ASSOCIADOS

 
    • CLIMOSOLAR CLIMATIZAÇÕES, Lda

   
    As nossas Circulares
   
  Consulte as nossas Circulares na Área Reservada ao Associado, no site APIRAC
 
 

» 2019

Circular Informativa n.º 019/2019 - Fluidos Inflamáveis

   
 
    AGENDA - CURSOS APIEF 2019
   

 

 
LISBOA
22 maio TÉCNICO DE BOMBAS DE CALOR - CAT2 + info
28 maio AQUECIMENTO E HIDRAULICA APLICADA  (PRÁTICO) + info
4 junho COLECTORES FOTOVOLTAICOS + info
11 junho GTC/ENERGIA EDIFICIOS (TIM DL79/2006) + info
PORTO
29 maio ENERGIA E MANUTENÇÃO (PRÁTICO) + info
30 maio SOLDADURA POR BRASAGEM COBRE/LATÃO + info
11 junho MANUSEAMENTO DE Fluidos NATURAIS + info
GUIMARÃES
16 maio  PREPARAÇÃO PARA EXAME FLUIDOS INFLAMAVEIS + info
7 junho INSPECÇÕES II - INDUSTRIAL + info

» Consulte AQUI toda a nossa AGENDA.
   
    Datas para pagamento de impostos
     

 
   
   

 

   

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS

   

Resolução do Conselho de Ministros n.º 64/2019 - Diário da República n.º 71/2019, Série I de 2019-04-10122059235 - Institui o dia 12 de abril como o Dia Nacional do Ar.

   
   

Decreto-Lei n.º 47/2019 - Diário da República n.º 72/2019, Série I de 2019-04-11122074191 - Cria o mecanismo de alerta precoce quanto à situação económica e financeira das empresas.

   
   

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

   

Decreto do Presidente da República n.º 29-A/2019 - Diário da República n.º 72/2019, 1º Suplemento, Série I de 2019-04-11122086312 - É exonerado, a seu pedido e sob proposta do Primeiro-Ministro, Carlos Manuel Martins do cargo de Secretário de Estado do Ambiente.

   
   

Decreto do Presidente da República n.º 29-B/2019 - Diário da República n.º 72/2019, 1º Suplemento, Série I de 2019-04-11122086313 - É nomeado, sob proposta do Primeiro-Ministro, João Albino Rainho Ataíde das Neves para o cargo de Secretário de Estado do Ambiente.

   
   

ADMINISTRAÇÃO INTERNA E ADJUNTO E ECONOMIA

   

Portaria n.º 99/2019 - Diário da República n.º 67/2019, Série I de 2019-04-04121987031 - Procede à primeira alteração à Portaria n.º 328/2018, de 19 de dezembro, que define o regime de certificação de empresas tendo em vista o acolhimento de nacionais de Estados terceiros que pretendam desenvolver uma atividade altamente qualificada em Portugal.

   
   

TRABALHO, SOLIDARIEDADE E SEGURANÇA SOCIAL

   

Portaria n.º 112-A/2019 - Diário da República n.º 73/2019, 1º Suplemento, Série I de 2019-04-12122091514 - Portaria que regula a criação da medida Contrato-Geração, de ora em diante designada por medida, que consiste na atribuição de um incentivo à contratação, sem termo e em simultâneo, de jovens à procura do primeiro emprego e de desempregados de longa ou muito longa duração.

     
   

AMBIENTE E TRANSIÇÃO ENERGÉTICA

   

Portaria n.º 115/2019 - Diário da República n.º 74/2019, Série I de 2019-04-15122091537 - Fixa a tarifa de referência prevista no n.º 1 do artigo 31.º do Decreto-Lei n.º 153/2014, de 20 de outubro, e determina as percentagens a aplicar à tarifa de referência, consoante o tipo de energia primária utilizada pelas unidades de pequena produção.

     
   
     
   

Workshops regionais “Melhor cidadania ambiental”

     
 

A Agência Portuguesa do Ambiente está a organizar 7 workshops regionais “Melhor cidadania ambiental” para divulgação e promoção nacional dos projetos “Semana Europeia da Mobilidade” e “Equipamentos de Educação Ambiental”.

Pretende-se com estes workshops a promoção dos projetos, a partilha de informação e experiências, orientação e esclarecimento, para um maior envolvimento, compromisso e incentivo a uma crescente participação e diversificação de destinatários.

Inscreva-se aqui:
8 de maio - Santarém  |  programa
13 de maio - Funchal  |  programa
15 de maio - Ponta Delgada  |  programa

Mais informações:
https://www.adene.pt/eubce-2019-27th-european-biomass-conference-exhibition/

     
   
   

EUBCE 2019 – 27th European Biomass Conference & Exhibition

    27 a 30 maio | Lisboa
     

 

Entre 27 a 30 de maio de 2019, Lisboa irá receber a 27ª Conferência e Exibição Europeia da Biomassa EUBCE 2019, no Centro de Congressos de Lisboa.

Tendo recebido 980 submissões de artigos científicos e industriais de 68 países, dos quais 90 de autores Portugueses.

A ADENE, através do National Supporter Miguel Sales Dias, irá coordenar a organização local deste evento que é líder mundial no setor, atuando como um fórum global científico e industrial, de intercâmbio de conhecimento sobre aplicações inovadoras por parte da indústria, da academia e do quadro institucional e político. A conferência irá contar com a presença de altas individualidades políticas, quer Europeias, quer Portuguesas e ainda, da indústria e da academia e contará também com um evento Nacional paralelo dedicado à àrea da Biomassa e um Pavilhão Nacional na àrea de exibição industrial.

A EUBCE 2019 visa assim promover a investigação colaborativa e a inovação neste setor, bem como discutir quais as abordagens apropriadas para fornecer bioenergia sustentável a todos.

Mais informações:
https://www.adene.pt/eubce-2019-27th-european-biomass-conference-exhibition/

     
   
   

360 TECH INDUSTRY

    16 a 18 maio | EXPONOR - Porto
     

 

A estreia da 360 Tech Industry – Feira Internacional da Indústria 4.0, Robótica, Automação e Compósitos apresenta ao mercado as novas valências do setor, entre os dias 16 e 18 de maio a 360 na EXPONOR, em Matosinhos.

Sob o mote "Embrace the Change", a primeira edição da 360 Tech Industry, que conta com o apoio do IAPMEI, apresenta-se como um evento inovador, convidando todos os profissionais do setor industrial a conhecer as mudanças necessárias para rentabilizar o seu negócio e as últimas novidades em inovação industrial.

A 360 Tech Industry assume-se como uma plataforma de negócio e networking entre startups e fábricas, unindo, ao longo de três dias, empresários, engenheiros, investigadores, diretores de produção e projetistas.

Mais informações:
https://360techindustry.exponor.pt/

     
   
   
    Se pretender fazer um comentário ou deixar-nos a sua opinião, clique aqui!
   
Para remover clique aqui e escreva STOP.
 

Patrocinadores Newsletter